Seculo

 

Sérgio Aboudib toma posse para mais dois anos à frente do TCE


05/12/2017 às 14:50
O conselheiro Sérgio Aboudib tomou posse, nesta terça-feira (5), para mais dois anos à frente da presidência do Tribunal de Contas do Estado (TCE) no biênio 2018-2019. O presidente reeleito fez uma prestação de contas da sua gestão e destacou a especialização da área técnica da Corte. Ele destacou a importância da criação de novas ferramentas de controle e a instituição de metas para julgamentos. A solenidade teve a participação de autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário capixaba.

Em seu discurso, Aboudib agradeceu o apoio dos conselheiros, servidores e membros do Ministério Público de Contas (MPC) durante o biênio 2016-2017. “O Estado Brasileiro tem que provar a necessidade de sua existência enquanto instituição pública. Nesse sentido, a construção de ferramentas como o Painel de Controle [que divulga mensalmente os indicadores sobre as finanças públicas] e o sistema CidadES [que reúne informações detalhadas sobre a realidade fiscal dos municípios] nos comprova que estamos no caminho certo”, afirmou.

Ao final do discurso, o presidente reeleito disse que vai continuar atuando como a promessa de “atrapalhar o menos possível”: “É preciso se reinventar e se aproximar mais dos anseios da sociedade. Precisamos ser úteis, principalmente para nossos irmãos mais humildes, que usam os serviços públicos como única alternativa. O Tribunal vai trilhar esse caminho, que não tem volta: transparência, sustentabilidade e foco em resultados”, arrematou.

Também foram empossados os demais integrantes do novo corpo diretivo do TCE: conselheiros Domingos Augusto Taufner, vice-presidente; Sebastião Carlos Ranna, ouvidor; e Rodrigo Chamou, reconduzido para a Corregedoria. Eles entram em exercício dos cargos a partir de 1º de janeiro de 2018.

A sessão especial teve as presenças do governador Paulo Hartung (PMDB) e do vice-governador César Colnago (PSDB); do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (PMDB); do presidente do TJES desembargador, Annibal de Rezende Lima; do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) e futuro presidente do TJES, desembargador Sérgio Luiz Teixeira da Gama; do prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS); além de deputados, prefeitos, vereadores e secretários de Estado.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Mesa aberta

Sergio Majeski não deve definir, agora, seu destino partidário. Mas já tem duas certezas: não fica no PSDB, nem aceita compor numa vice em chapa majoritária

OPINIÃO
Editorial
À oposição, o respeito!
Seja manifestando uma simples opinião ou criticando medidas do próprio legislativo ou do governo, falou em Sergio Majeski, o tiroteio é garantido
Piero Ruschi
Carta de aniversário ao papai
‘Venho lhe desejar um feliz aniversário de 102 anos, o mais feliz possível, diante de todas mazelas que atormentam o Museu que o senhor criou e o meio ambiente que tanto defendeu
Gustavo Bastos
Destino e acaso
''Quanto ao cético do acaso, ele chama destino de delírio e acaso de nada''
Geraldo Hasse
Em defesa da soberania
Manifesto combate o entreguismo, filho dileto do colonialismo neoliberal
Roberto Junquilho
Os pequenos se movem
Para garantir verba do fundo partidário, siglas como o PCdoB têm que apresentar chapa majoritária em 2018. E, no Estado, como fica?
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Com festa no Palácio Anchieta, governador sanciona lei de socorro aos municípios

Militares do Estado contestam governo Hartung em ADI protocolada no Supremo

Os pequenos se movem

Vereador de Vitória aponta manobra para reduzir R$ 12 milhões da Educação em 2018

Greve vai parar ônibus da Grande Vitória na terça-feira, anuncia sindicato