Seculo

 

Majeski afirma que economia anunciada por Hartung é 'propaganda enganosa'


05/01/2018 às 19:28
O deputado estadual Segio Majeski (PSDB) contestou anúncio de investimento de R$ 1 bilhão feito pelo governador Paulo Hartung na quarta-feira (3) e questionou a economia que irá possibilitar a aplicação desses recursos em 2018.
 
Em pronunciamento nas redes sociais, o deputado disse que a “economia” anunciada pelo governador é fruto de artifícios adotados por sua gestão, entre eles, a não aplicação de 25% do Orçamento na Educação, como manda a Constituição Federal. “É propaganda enganosa”, pontuou.
 
Segundo Majeski, somente nesse setor, o governo desviou da educação R$ 1,8 bilhão, segundo denúncia que ele apresentou à Procuradoria Geral de Justiça (PGR). Ele foi a Brasília ano passado, para requerer uma intervenção federal no Espírito Santo, por esse motivo. 
A denúncia foi entregue ao coordenador da Assessoria Jurídica Constitucional da PGR, procurador Weligton Saraiva, e à Comissão de Educação do Senado.
 
O governo afirma que investe mais de 25% na pasta, mas esse índice é questionável. Desde 2009, o Espírito Santo começou a contabilizar no Orçamento destinado à Educação, as despesas com a Previdência Social.
 
Em sua fala nas redes sociais, Majeski voltou a denunciar o abandono de pelo menos 50 escolas estaduais e a expulsão de jovens dessas escolas. Ele destacou que isso acontece no Estado que mais mata jovens no país, segundo o Mapa da Violência divulgado no ano passado. 
 
“E não venham dizer que isso é decorrente da greve da Políci”, disse. Para ele, o aumento dos índices de violência é fruto do sucateamento das polícias. 
 
O deputado afirmou ainda que não se trata de uma simples oposição ao governador Paulo Hartung, mas um necessário esclarecimento sobre a propaganda enganosa do governo. 
 
Ele citou ranking realizado pelo G1 nessa semana, em que Hartung aparece em quinto lugar entre os governadores que não cumpriam os compromissos de campanha registrados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
“Se há dinheiro, por que o governo toma empréstimo do Banco do Brasil e BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento]?”, pergunta o deputado.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Ales
Mais do mesmo

Na carona de Amaro Neto, lideranças do bloco governista pretendem manter pelo menos dez deputados estaduais na Assembleia. Já pensou...

OPINIÃO
Editorial
Donos das terras
Decisão em favor da titularidade do território quilombola no Estado é um passo importante na reparação de uma injustiça histórica que protege os poderosos
Gustavo Bastos
Jeff Buckley e seu álbum Grace
''O álbum Grace foi lançado em agosto de 1994''
Wilson Márcio Depes
A onipresença da violência
Os elevados índices de violência vêm favorecendo, de forma decisiva, o discurso de candidatos. É fácil verificar
Roberto Junquilho
O foco é o segundo turno
A estratégia do grupo palaciano é atrair a senadora Rose de Freitas para o segundo turno
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Lama da Samarco/Vale-BHP pode ser bomba relógio de metais pesados

Colnago se firma como candidato ao governo, mas não unifica o bloco hartunguista

Indicação do líder do governo para o TCE abre nova frente para oposição na Assembleia

Donos das terras

Jeff Buckley e seu álbum Grace