Seculo

 

Matias Brotas apresenta exposição do acervo com novos artistas e visitas guiadas


08/01/2018 às 16:10
A Matias Brotas arte contemporânea retoma suas atividades com exposição do acervo reunindo mais de 20 obras de diferentes suportes, da pintura à escultura e fotografia. A exposição segue aberta para visitação até o dia nove de fevereiro próximo. 
 
Entre os artistas, estão nomes como José Bechara, Antonio Bokel, Mai-Britt Wolthers, Andrea Brown, Shirley Paes Leme, José Spaniol, Suzana Queiroga, Lara Felipe, Raphael Bianco, além dos novos artistas Matias Mesquita e Ana Paula Oliveira.
 
Com o objetivo de levar novas experiências aos colecionadores e apreciadores da arte, diferente dos outros anos, nesta exposição as visitas são agendadas e guiadas. Segundo a galerista Lara Brotas, essa ideia das visitas agendadas busca oferecer ao colecionador ou quem deseja iniciar no colecionismo, uma experiência maior com a arte contemporânea e um conhecimento mais profundo sobre cada obra, a técnica artística e o seu criador. 
 
Uma das obras em destaque na exposição é a ‘Contenção em Bloco’ de Matias Mesquita, novo artista que passa a fazer parte do portfólio da Matias Brotas. É uma obra híbrida de caráter pictórica e escultural, em que a imagem funde-se à materialidade da peça, num aparente contraste que funciona como complemento simbólico. Imagens realistas de céus e nuvens são pintadas sobre placas de concreto de diferentes tamanhos e formas. 
 
Uma escultura de vidro e ninho metalizado, que compõe uma série de três trabalhos da artista mineira Ana Paula Oliveira, também se destaca logo na entrada da exposição. Com o título ‘Ninho para se ter...’, a série traz trabalhos em vidro com corte a laser e ninho de pássaros metalizados encaixados ou pendurados. Dois processos opostos que se completam à geometria do corte e à manufatura do ninho. “Os dois dizem respeito à arquitetura, a linhas “perfeitas” do corte e o emaranhado “perfeito” do ninho. Dois contrários juntos iguais. Um segura o outro”, explica a artista.
 
Uma obra de Andrea Brown chamada ‘Sombra’ também compõe a exposição. É uma peça única em três ângulos feita a partir da sombra de uma cadeira usando elementos da cadeira. A obra “2 + 2 = 5”de Antonio Bokel, trazida especialmente para a galeria também chama atenção na mostra. A obra mostra a relação do homem com a natureza, “da falta de controle, da entrega, de quem não estamos no controle e sim a natureza”, explica Bokel.
 
A mostra apresenta ainda a escultura “Descanso da sala’ de José Spaniol, uma cadeira gigante de madeira, que a galeria trouxe para Vitória para compor o ambiente Casa Galeria, das arquitetas Juliana Vervloet do Amaral e Roberta Toledo, na Casa Cor, e que de lá passa a fazer parte do acervo da Matias Brotas.
 
Além de quadros da série ‘Aquela Mata’, trabalhos do artista Raphael Bianco também compõem à mostra como a série ‘Jardim Suspenso’, que são parte de uma investigação da memória, uma busca por imagens que se revelam fluidas, fugidias, inesperadas e estranhamente familiares.
 
Os visitantes também vão conferir novos trabalhos da artista dinamarquesa Mai-Britt Wolthers, além de obras de Suzana Queiroga, Shirley Paes Leme, Lara Felipe e outros artistas.
 
A Mostra do acervo também expõe a 4ª edição do Clube do Colecionador da Matias Brotas. Com curadoria do crítico de arte Agnaldo Farias, o clube convidou quatro importantes artistas pelo caráter experimental e diversidade de suas pesquisas: Andrea Brown, José Bechara, José Spaniol e Raphael Bianco, que produziram quinze múltiplos inéditos.
 
Serviço
 
Exposição do Acervo Matias Brotas arte contemporânea
 
Até 9 de fevereiro de 2018
 
Local: Avenida Carlos Gomes de Sá, 130, Vitória. (subida da Maternidade Santa Úrsula). Tel: (27)3327-6966.
 
Horário de funcionamento – Terça a sexta – das 10h às 19h e sábado das 10h às 15h. Necessário agendado prévio para visita guiada.
 
Entrada franca

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Dependência total

Tendência é Colnago crescer cada vez mais, pois PH não tem outra saída. Se a oposição não souber contê-lo, vai perder o bonde

OPINIÃO
JR Mignone
Mais uma campanha
A campanha deste ano será diferente, menos enjoativa, menos abrangente nas mídias de rádio e TV, mas com muitas acusações e apelos ridículos
Roberto Junquilho
Nem tudo o que parece é!
Investigação a Ferraço, exoneração no Iema...casos podem dar dor de cabeça aos envolvidos em ano de eleição
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A moça no quadro
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Confira calendário dos ensaios técnicos para o carnaval

Cassiano Ricardo e o século XX