Seculo

 

Matias Brotas apresenta exposição do acervo com novos artistas e visitas guiadas


08/01/2018 às 16:10
A Matias Brotas arte contemporânea retoma suas atividades com exposição do acervo reunindo mais de 20 obras de diferentes suportes, da pintura à escultura e fotografia. A exposição segue aberta para visitação até o dia nove de fevereiro próximo. 
 
Entre os artistas, estão nomes como José Bechara, Antonio Bokel, Mai-Britt Wolthers, Andrea Brown, Shirley Paes Leme, José Spaniol, Suzana Queiroga, Lara Felipe, Raphael Bianco, além dos novos artistas Matias Mesquita e Ana Paula Oliveira.
 
Com o objetivo de levar novas experiências aos colecionadores e apreciadores da arte, diferente dos outros anos, nesta exposição as visitas são agendadas e guiadas. Segundo a galerista Lara Brotas, essa ideia das visitas agendadas busca oferecer ao colecionador ou quem deseja iniciar no colecionismo, uma experiência maior com a arte contemporânea e um conhecimento mais profundo sobre cada obra, a técnica artística e o seu criador. 
 
Uma das obras em destaque na exposição é a ‘Contenção em Bloco’ de Matias Mesquita, novo artista que passa a fazer parte do portfólio da Matias Brotas. É uma obra híbrida de caráter pictórica e escultural, em que a imagem funde-se à materialidade da peça, num aparente contraste que funciona como complemento simbólico. Imagens realistas de céus e nuvens são pintadas sobre placas de concreto de diferentes tamanhos e formas. 
 
Uma escultura de vidro e ninho metalizado, que compõe uma série de três trabalhos da artista mineira Ana Paula Oliveira, também se destaca logo na entrada da exposição. Com o título ‘Ninho para se ter...’, a série traz trabalhos em vidro com corte a laser e ninho de pássaros metalizados encaixados ou pendurados. Dois processos opostos que se completam à geometria do corte e à manufatura do ninho. “Os dois dizem respeito à arquitetura, a linhas “perfeitas” do corte e o emaranhado “perfeito” do ninho. Dois contrários juntos iguais. Um segura o outro”, explica a artista.
 
Uma obra de Andrea Brown chamada ‘Sombra’ também compõe a exposição. É uma peça única em três ângulos feita a partir da sombra de uma cadeira usando elementos da cadeira. A obra “2 + 2 = 5”de Antonio Bokel, trazida especialmente para a galeria também chama atenção na mostra. A obra mostra a relação do homem com a natureza, “da falta de controle, da entrega, de quem não estamos no controle e sim a natureza”, explica Bokel.
 
A mostra apresenta ainda a escultura “Descanso da sala’ de José Spaniol, uma cadeira gigante de madeira, que a galeria trouxe para Vitória para compor o ambiente Casa Galeria, das arquitetas Juliana Vervloet do Amaral e Roberta Toledo, na Casa Cor, e que de lá passa a fazer parte do acervo da Matias Brotas.
 
Além de quadros da série ‘Aquela Mata’, trabalhos do artista Raphael Bianco também compõem à mostra como a série ‘Jardim Suspenso’, que são parte de uma investigação da memória, uma busca por imagens que se revelam fluidas, fugidias, inesperadas e estranhamente familiares.
 
Os visitantes também vão conferir novos trabalhos da artista dinamarquesa Mai-Britt Wolthers, além de obras de Suzana Queiroga, Shirley Paes Leme, Lara Felipe e outros artistas.
 
A Mostra do acervo também expõe a 4ª edição do Clube do Colecionador da Matias Brotas. Com curadoria do crítico de arte Agnaldo Farias, o clube convidou quatro importantes artistas pelo caráter experimental e diversidade de suas pesquisas: Andrea Brown, José Bechara, José Spaniol e Raphael Bianco, que produziram quinze múltiplos inéditos.
 
Serviço
 
Exposição do Acervo Matias Brotas arte contemporânea
 
Até 9 de fevereiro de 2018
 
Local: Avenida Carlos Gomes de Sá, 130, Vitória. (subida da Maternidade Santa Úrsula). Tel: (27)3327-6966.
 
Horário de funcionamento – Terça a sexta – das 10h às 19h e sábado das 10h às 15h. Necessário agendado prévio para visita guiada.
 
Entrada franca

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Leonardo Duarte/Secom
Uma coisa só

Enquanto no campo nacional PRB e MDB ainda estão em fase de namoro, no Estado o partido já é um “puxadinho” de Hartung. E tudo começou com Roberto Carneiro...

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
JR Mignone
Enganosos
Fazendo uma comparação corajosa e dispersa, tanto as eleições do Brasil quanto a Copa do Mundo terão muita surpresas e varias decepções
Geraldo Hasse
Vampirismo neoliberal
O governo oferece refrescos aos trabalhadores enquanto suga seu sangue
Roberto Junquilho
Quem governa?
Um novo porto na região de Aracruz demonstra que, para as corporações, as minorias não importam
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uh, Houston, temos um problem
MAIS LIDAS

Sindicato protocola denúncias contra Sesa por contratação de Organizações Sociais

Corrida ao Senado sinaliza mudança na bancada capixaba

Quem governa?

Vampirismo neoliberal

Greve dos professores de Vitória continua por tempo indeterminado