Seculo

 

Prestação de contas do Fundo de royalties de Petróleo tem prazo até o próximo dia 31


08/01/2018 às 18:39
Termina no dia 31 deste mês, o prazo para prestação de contas das prefeituras capixabas referentes à aplicação dos recursos do Fundo para Redução das Desigualdades Regionais, provenientes dos royalties de petróleo e de gás natural.
 
A utilização desses recursos para pagamento de despesas correntes começou em 2016 e prosseguiu em 2017 e também em 2018, por meio de projeto de lei do governo do Estado aprovado pela Assembleia Legislativa na última semana de dezembro.
 
Na ocasião, o deputado estadual Sergio Majeski (PSDB) criticou a medida, principalmente pelo fato de a maioria dos prefeitos não terem prestado contas do exercício passado. Confirmando denúncia do deputado, até dezembro de 2017, apenas as prefeituras de Cachoeiro de Itapemirim e de Iúna, no sul do Estado, enviaram os relatórios referentes ao primeiro semestre de 2017. 
 
Essa obrigação foi estabelecida pela Lei 10.720/2017, que permitiu, durante o exercício financeiro de 2017, que as prefeituras utilizassem até 60% dos recursos repassados pelo fundo para o pagamento de despesas correntes, como contas de água, luz e telefone, manutenção de equipamentos e materiais de consumo diário.
 
Em contrapartida, uma emenda aprovada na Casa obrigou os municípios a prestarem contas ao legislativo estadual de todas as despesas realizadas, por meio de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira, em formato eletrônico, aberto, estruturado e legível.
 
Essa regra está prevista na lei que criou o fundo (Lei 8.308/2006), que determina que cada conselho municipal de fiscalização e acompanhamento dos recursos tem que enviar relatório de aplicação e avaliação, duas vezes ao ano, ao legislativo municipal e estadual.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Dependência total

Tendência é Colnago crescer cada vez mais, pois PH não tem outra saída. Se a oposição não souber contê-lo, vai perder o bonde

OPINIÃO
JR Mignone
Mais uma campanha
A campanha deste ano será diferente, menos enjoativa, menos abrangente nas mídias de rádio e TV, mas com muitas acusações e apelos ridículos
Roberto Junquilho
Nem tudo o que parece é!
Investigação a Ferraço, exoneração no Iema...casos podem dar dor de cabeça aos envolvidos em ano de eleição
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A moça no quadro
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Confira calendário dos ensaios técnicos para o carnaval

Cassiano Ricardo e o século XX