Seculo

 

Ministros liberam R$ 100 milhões e, junto com Maia, inflam imagem de Hartung


10/01/2018 às 15:49
Parte do mercado político brasileiro esteve no Espírito Santo nesta quarta-feira (10), confirmando que o governador Paulo Hartung representa peça importante na sucessão do presidente Michel Temer e na definição do movimento que vende uma “nova política” no País.
 
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em seu discurso que tem vindo muito ao Espírito Santo (esta foi a quarta vez em seis meses) para buscar inspiração para o que tenta implantar na Câmara: “É um Estado que gasta menos e, quando gasta, é em políticas de qualidade pública”, ressaltou. O governador já recebeu dele convite para ingressar no DEM e integrar projeto nacional.
 
Além de Maia, Hartung recebeu o prefeito de Salvador, ACM Neto, que será o próximo presidente da legenda, e os ministros da educação, Mendonça Filho (DEM), e das Cidades, Alexandre Baldy, que anunciaram a liberação de mais de R$ 100 milhões para o Espírito Santo.
 
Esses recursos serão empregados nas áreas de Saneamento e Educação, com destaque para o programa de vitrine da atual gestão, o Escola Viva. Entre as autoridades estaduais, o vice-governador, César Colnago (PSDB), que foi inflado por Hartung em seu discurso, 68 prefeitos e quase 100 vereadores. 
 
Apesar do cenário político da visita, o governo procurou dar um tom meramente administrativo. Tanto foi assim, que Rodrigo Maia se esquivou de falar à imprensa sobre sua pré-candidatura à Presidência da República e a silenciosa disputa com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), para ganhar musculatura até a eleição de outubro próximo. 
 
Dos recursos liberados, o ministro da educação disse que R$ 36 milhões serão investidos no Ensino Fundamental e na Escola Viva, que receberá R$ 24 milhões.
 
A justificativa para a libertação de recursos é que o número de escolas de ensino médio que passaram a oferecer educação em tempo integral subiu de 17, no ano passado, para 32 em 2018.
 
O Estado também vai receber R$ 65 milhões para serem investidos em saneamento básico do Ministério das Cidades, como já havia sido anunciado no final do ano passado. Com esses recursos, serão ampliados o sistema de esgotamento sanitário de Manguinhos, na Serra, Meaípe e Nova Guarapari, em Guarapari; e em Nova Venécia, no noroeste capixaba.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Geraldo Hasse
Caetano dá força a Ciro Gomes
O artista baiano se declara admirador do político cearense candidato a presidente
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio