Seculo

 

Candidato derrotado das eleições à presidência do Crea-ES vai acionar a Justiça para assumir o cargo


10/01/2018 às 21:50
A guerra de liminares que se trava no cenário pós-eleitoral do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES), em que a posse da nova presidente, Lúcia Vilarinho, é contestada por adversários inconformados com o resultado das urnas, indícios de fraudes na votação e outros crimes eleitorais já denunciados ao Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), tende a agravar-se com a decisão do engenheiro mecânico e de segurança do trabalho, Fred Rosalém, de ampliar a judicialização do processo eleitoral. Na condição de primeiro vice-presidente do Crea, com mandato que termina no final de 2018, ele apresentará nesta quinta-feira (11, na Justiça Federal de Vitória, pedido de liminar para garantir sua posse como presidente.
De acordo com Fred, que disputou as eleições ficando em sexto lugar, o regimento interno da entidade é muito claro: na vacância do cargo de presidente, ele é o detentor do mandato. Essa vacância, diz ele, se configurou a partir do momento em que a Justiça Federal de Brasília, por decisão do juiz Vallisney de Souza Oliveira, no último dia seis, considerou a homologação da vitória de Lúcia "irregular e eivada de nulidade".
 
Caso seja acolhido o pedido de liminar, uma das primeiras providências de Fred será reunir a plenária do Crea para debater a convocação de novas eleições. Será também durante sua gestão que ocorrerão as investigações a serem feitas pela Comissão Federal do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), sobre denúncias de fraudes e manipulação de listas de eleitores, atribuídas ao antigo presidente do Conselho, Helder Carnielli, para favorecer seu candidato, Geraldo Ferreguetti. 
 
O engenheiro agrônomo Jorge Luiz e Silva, comentando a decisão de Fred, disse que "a única solução que assegura lisura e moralidade ao processo eleitoral é anulação das eleições". Ele, junto com os engenheiro Sebastião Silveira, Marcos Motta e o próprio Fred, logo após o encerramento da votação em 15 de dezembro, solicitaram novas eleições ao Confea, "por causa de diversas formas de manipulação no processo", conforme manifesto assinado por eles e dirigido aos conselheiros federais.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Lá e cá

Enquanto Rose volta a se movimentar em Brasília, Casagrande delimita território no Estado. Cada um no seu quadrado...

OPINIÃO
Geraldo Hasse
Vendilhões no comando
Os governos petistas deram mole aos Mercados, mas o MDB escancara a prática do entreguismo
Roberto Junquilho
Os calos da esquerda
Apesar de possuir lideranças bem posicionadas, a esquerda só aparece quando os fatos são diretamente ligados ao cenário político partidário
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Admirável mundo novo
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Os calos da esquerda

Comitê em Defesa de Lula é criado no Estado

Lá e cá

Atílio Vivácqua decreta luto oficial de três dias por morte de prefeito

Relatório internacional de Direitos Humanos destaca violência policial no Brasil