Seculo

 

Partidos não garantem candidaturas de novos filiados na disputa deste ano


11/01/2018 às 15:44
O sonho de construir uma carreira política pode acabar logo no começo. A principal barreira é criada pelos que já estão no cenário e não abrem espaço para possíveis concorrentes.
 
No Espírito Santo, na atual fase de acomodações partidárias, quando é definida a montagem de chapa para concorrer à Assembleia Legislativa, o Podemos, antigo PTN, e o PSB tentam se harmonizar com as pretensões de novos filiados, a fim de manter o equilíbrio e, assim, evitar a debandada. 
 
O PSB, do ex-governador Renato Casagrande, porém, já conta com dois deputados na Assembleia, Bruno Lamas, da Serra, e Eustáquio de Freitas, de São Mateus. 
 
Bruno Lamas disputa a reeleição e já tem pela frente um concorrente de peso. Trata-se de Vandinho Leite, secretário estadual de Ciência e Tecnologia, ex-deputado estadual e ex-vereador, além de bem votado à Câmara dos Deputados em 2014, ficando sem a cadeira apenas por conta do coeficiente eleitoral. 
 
Ele é do município da Serra, mesmo reduto eleitoral de Lamas, e forte postulante a uma cadeira na Assembleia em 2018, com lugar garantido na disputa e ampla chance de vitória, considerando o apoio de Hartung.
 
Como o partido dificilmente fará mais do que dois deputados estaduais, a briga pela vaga atinge o deputado Freitas, que, no entanto, leva vantagem sobre os novatos. 
 
O mesmo cenário é observado no Podemos, do senador curitibano Álvaro Dias, controlado no Estado pelo prefeito de Viana,Gílson Daniel. Sigla pequena, conta com um único representante na Assembleia, o deputado Hudson Leal, candidato à reeleição, considerado com vaga garantida. 
 
Contando com uma baixa densidade eleitoral, o partido segue o rumo traçado pelo Palácio Anchieta, depois que Gilson Daniel trocou a senadora Rose de Freitas (PMDB) pelo governador Paulo Hartung. 
 
Nesses dois partidos, os novos filiados têm pouca chance de terem os nomes aprovados para uma vaga na disputa de outubro. Quem já está por lá, quer ver as portas fechadas.  

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio