Seculo

 

Novo bloco levará reivindicações do povo negro ao Carnaval de Vitória


15/01/2018 às 16:44
O Bloco Afro Kizomba será uma das novidades do carnaval capixaba em 2018. Recém-lançado, ele pretende ser uma alternativa política e cultural para dar visibilidade à comunidade afro-capixaba e suas demandas sociais.
 
O enredo desse ano está definido: "De Isabel a Temer: 130 anos sem reparação", em referência tanto ao aniversário da Lei Áurea, que não garantiu políticas de reparação e inclusão do povo negro, quanto à atual situação do país, contestando medidas como a Reforma Trabalhista, que o grupo entende que prejudica o trabalhador e especialmente os negros e negras.
 
"A gente considera que o carnaval é uma festa popular que tem muito da origem negra. Aqui no Espírito Santo ainda não tinha um bloco que demarcasse essa matriz racial. A ideia do Afro Kizomba, é promover alegria e descontração, mas também reforçando essa matriz racial existente na sociedade brasileira e em nosso carnaval", explica Lula Rocha, um dos organizadores do bloco.
 
O grupo promete ir do congo ao maracatu, passando pelo samba, axé, funk e pontos de matriz africana, sem deixar de valorizar outras manifestações locais como jongo e Folia de Reis. Além do som, promete diversas alas, intervenções e performances. O desfile do bloco acontecerá no sábado de Carnaval no Centro de Vitória. "Identificamos um certo esvaziamento da cultura no Centro por falta de apoio por parte do poder público, então também protestamos por conta disso lá, onde também costumam se concentrar outros blocos alternativos", afirma Lula.
 
Na semana passada aconteceu uma reunião de organização do bloco, com presença de cantores, instrumentistas e outros interessados. Os ensaios são abertos para quem quiser assistir ou tocar no bloco e acontecerão nas quartas-feiras (17 e 24 de janeiro e 7 de fevereiro), às 18h, no Museu Capixaba do Negro (Mucane), localizado próximo ao Parque Moscoso, Centro de Vitória. Um ensaio extra ainda acontecerá no domingo (27), às 17h. A saída do Bloco Afro Kizomba será no dia 10 de fevereiro, com concentração a partir das 15 horas, no Mucane.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
Roberto Junquilho
Para onde ir?
A crítica vazia e sem fundamento à classe política coloca em risco a democracia
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Flic-ES: 'As livrarias não vendem obras capixabas'

'Pensar a educação como a preparação do corpo para sentir, aprender e sonhar'

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

Webdoc Corpo Flor reflete sobre negritude e sexualidade