Seculo

 

Deus abençoe o rei


06/02/2018 às 11:05
Talvez parodiando a novela da Globo, vamos falar do rei Roberto. Um rei que reina há muitos anos, fazendo a maioria de seus súditos sonharem com o amor e a esperança. O motivo da coluna é que o titulo da novela me fez pensar sobre o motivo da longevidade artística de Roberto Carlos, uma coisa que não é normal.
 
Tudo bem, outros artistas reinaram anos a fio, mas com certeza, não com o mesmo carisma do moço de Cachoeiro. Eis o mistério. Por que tanto carisma, tanta admiração que todos têm por esse moço? Seu jeito, suas músicas, seu modo de tratar com todos. 
 
Façam uma análise sobre outros intérpretes gravando e cantando suas músicas. Têm famosos, têm iniciantes, têm roqueiros, românticos, sertanejos, homens, mulheres, conjuntos, e por aí vai. Impressionante.
 
Imagino como fica, vendo de sua casa essas pessoas cantando e falando dele. Com espírito muito brincalhão, RC parece estar sempre em paz com a felicidade, tirando aquele período da morte de Maria Rita.
 
Particularmente enalteço Roberto Carlos por ter criado e gravado seu hit O Divã, em que, num trecho da música, fala do momento do acidente que o vitimou de maneira clara, e também se isso o incomoda ate hoje ou não. Diz assim:” ...relembro bem a festa (de Cachoeiro), o apito (do trem que o pegou), e na multidão um grito (talvez o dele próprio), o sangue no linho branco (o seu sangue na roupa branca de quem o socorria), a paz de quem carregava em seus braços quem chorava (Era Renato Spindola, que passava de moto e viu a multidão. Chegou, pegou o menino e o levou na moto e nos braços para o hospital), e no céu ainda olhava e encontrava esperança (ele ainda lembra dessa cena antes de desmaiar), de um dia tão distante, pelo menos por instantes encontrar a paz sonhada (talvez, por tempos, isso ficou impregnado em sua mente e alma)...essas recordações me matam. 
 
Mas hoje, certamente, ele tenha superado. Foi demais para uma criança de apenas seis anos. Talvez, por isso, de sua trajetória e de seu carisma sobre as pessoas. Coisas de Deus, que sempre recompensa.
 
PARABÓLICAS
 
Fabio Pirajá, nas horas vagas, viaja para lugares pitorescos do Espírito Santo e registra com belas fotos nas suas redes sociais.
 
A Rádio Fama de Alegre continua com sua programação trivial. Ela foi criada praticamente por causa do Festival de Música de Alegre, que se definhou.
 
Segundo fontes bem informadas, a Rádio Cidade de Nova Venécia nem bem entrou no ar e já domina a audiência da região.
 
E a FM Cultura de Castelo mudou de endereço, mas não mudou sua liderança total.  Continua dominando. Ela está agora na rua Gastão Correia Lima 152, Centro da cidade.
 
MENSAGEM FINAL
"Sabemos o que somos, mas não sabemos o que poderemos ser". William Shakespeare

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Deu zebra

Já está na hora de passar o governador Paulo Hartung a limpo...

OPINIÃO
Editorial
Mais uma porta na cara
O racismo institucional do Palácio Anchieta ficou ainda mais claro com a presença do jornalista Willian Waack, demitido da Rede Globo por comentários racistas
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Geraldo Hasse
Notícias do fundo do poço
Se não ceder às pressões externas, a Petrobras pode voltar a liderar a economia
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Além das lágrimas
MAIS LIDAS

Enivaldo diverge de Neucimar e expõe risco de racha na base governista

Corregedoria da Prefeitura de Vitória é acionada para investigar perda de recursos de compensação ambiental

Fase Escelsa e Rádio Capixaba de Hugo Borges

Chapa de deputados estaduais do PCdoB se arma para fortalecer Givaldo Vieira

A importância das eleições