Seculo

 

Deputados firmam compromisso de votar contra a reforma da Previdência


07/02/2018 às 18:38
As centrais sindicais realizam nessa semana abordagem no aeroporto de Vitória aos parlamentares que se dirigem a Brasília, como parte da estratégia que será desenvolvida até o dia 19 de fevereiro, com encerramento em uma grande concentração popular na praça Oito de Setembro, Centro de Vitória, a partir das 8 horas. 
 
Os deputados Givaldo Vieira (PT) e Paulo Foletto (PSB) já foram abordados.  Givaldo confirmou seu voto contrário à PEC 287/2016, que estabelece a reforma da Previdência, e ainda divulgou a vídeo nas redes sociais pedindo à população para exercer pressão contra a aprovação.
 
O deputado Paulo Foletto adotou o mesmo posicionamento, ampliando para seis o número de deputados federais da bancada capixaba que votarão contra o projeto, considerando declarações de Norma Ayub (DEM), Carlos Manato (SD), Helder Salomão (PT) e Sérgio Vidigal (PDT), que também devem votar contra. 
 
Com exceção dos dois deputados do PT, que se manifestaram contrários ao projeto desde o início, os demais acolheram os acenos emitidos pelos movimentos dos trabalhadores, cuja sigla - “Se votar, não volta”, possui forte apelo e representa uma ameaça a ser considerada em ano eleitoral. 
 
A movimentação prossegue nesta quinta-feira com panfletagem em Campo Grande, município de Cariacica, e se estenderá  em outras cidades do interior do Estado até o dia 19.  
 
Segundo os sindicalistas, até agora, devem votar a favor da reforma os deputados Marcus Vicente (PP) e o líder do Governo na Câmara, Lelo Coimbra (PMDB). Já Evair de Melo (PV) e Jorge Silva (PHS) ainda não oficializaram posicionamento.
 
Os trabalhadores esperam que eles mudem o voto, até mesmo porque, segundo o último levantamento, o governo Temer não teria os 308 votos necessários para aprovar a proposta, que restringe o acesso dos brasileiros à aposentadoria. 
 
Diante disso, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avalia que se não houver garantia de vitória, deixará o projeto para o sucessor de Michel Temer. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Alternativas

Com a mudança no tabuleiro eleitoral do Estado, os olhares se voltam para o palanque de Casagrande e pacto com Rose. Governo, Senado...quem vai?

OPINIÃO
Editorial
Maquiagem oficial
Depois de episódios de repressão, governo Hartung tira a semana para valorizar uma das piores áreas de sua gestão: segurança pública
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
Roberto Junquilho
O novo com defeito
O prefeito Luciano Rezende esconde velho modelo da política com frase de efeito
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Saída de Luiz Paulo deve provocar esvaziamento do PSDB no Estado

Operação tartaruga na educação em Linhares tem 90% de adesão

Manobras perigosas

Banalização

Hospital Bezerra de Farias suspende atendimento por falta de médicos