Seculo

 

Sergio Majeski não desistiu de candidatura ao governo do Estado


07/02/2018 às 19:21
“O Senado ou o Palácio Anchieta. Breve decidirei e não adianta fingir que me ignoram, vou dar trabalho. Renovação”. Com essa frase, divulgada em suas redes sociais na noite dessa terça-feira (7), o deputado estadual Sergio Majeski (PSDB) se coloca novamente no jogo político e muda o cenário das acomodações partidárias.
 
O parlamentar, que diz pertencer à “ala boa do PSDB”, é assediado por vários partidos e já comunicou à executiva estadual do ninho tucano que irá deixar a legenda. 
 
Ele conversa desde o ano passado, no Estado e em Brasília, com o PPS, do prefeito de Vitória Luciano Rezende; com o PSB, do ex-governador Renato Casagrande; e com a Rede Sustentabilidade, liderado no Estado pelo prefeito da Serra, Audifax Barcelos.
 
A decisão do deputado, como já declarou, vai depender da melhor proposta para abrigar seu projeto político de 2018, e deve ser oficializada em março, na abertura da janela partidária, para que não corra riscos de perder o mandato.
 
O anúncio de Majeski volta a movimentar o mercado político e surge na esteira de pesquisas de opinião que o colocam bem atrás no ranking da corrida sucessória para o Senado. Em algumas delas, seu nome sequer foi colocado para ser avaliado pelo eleitor. 
 
Em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, Majeski se destaca por assumir posições contrárias ao Palácio Anchieta, sendo o único deputado declaradamente de oposição ao governador Paulo Hartung. 
 
Desde que assumiu, passou a criticar o governo de Paulo Hartung (PMDB), cujo vice, César Colnago, é atualmente presidente estadual do PSDB.
 
Com atuação independente e rompido com o Hartung, Majeski não tinha outra saída do que buscar uma sigla que não só o abrigasse, mas também abrisse a possibilidade de voos mais altos, como já era esperado, considerando a visibilidade que conquistou no cenário político estadual.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Alternativas

Com a mudança no tabuleiro eleitoral do Estado, os olhares se voltam para o palanque de Casagrande e pacto com Rose. Governo, Senado...quem vai?

OPINIÃO
Editorial
Maquiagem oficial
Depois de episódios de repressão, governo Hartung tira a semana para valorizar uma das piores áreas de sua gestão: segurança pública
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
Roberto Junquilho
O novo com defeito
O prefeito Luciano Rezende esconde velho modelo da política com frase de efeito
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Saída de Luiz Paulo deve provocar esvaziamento do PSDB no Estado

Operação tartaruga na educação em Linhares tem 90% de adesão

Manobras perigosas

Banalização

Hospital Bezerra de Farias suspende atendimento por falta de médicos