Seculo

 

Professores de Linhares fazem operação tartaruga por piso salarial


13/02/2018 às 12:20
Os professores de Linhares, no norte do Estado, farão uma operação tartaruga pelo piso salarial. O movimento começa no dia 19 próximo, e segue até que a prefeitura de Linhares inicie o pagamento da diferença de R$ 175  que devia começar a ser paga a partir de janeiro último.
A informação é do vice-presidente do Sindicato dos Servidores Público Municipais de Linhares (SISPML), Gilson Lima. Ele assinalou que a decisão sobre a realização da operação tartaruga foi tomada em assembleia dos servidores da área da educação.
 
O município de Linhares conta com cerca de 5 mil servidores efetivos, dos quais 1.700 da área do magistério. O vice-presidente do sindicato lembra que houve acordo judicial do sindicato dos servidores com a prefeitura. Por este acordo, a partir de janeiro o magistério iria incorporar R$ 175 ao salario, para enquadramento no piso nacional salarial do magistério. 
 
O piso nacional do magistério para 2018  é de R$ 2.455,35 para jornada de 40 horas semanais. Da mesma maneira que no governo do Estado, os professores de Linhares têm uma jornada de trabalho de 25 horas, o que corresponde a um salario mensal de R$ 1.534,60.
 
O sindicato já havia denunciado, no final de janeiro, a recusa da administração do prefeito Guerino Zanon (PMDB) em cumprir a sentença judicial relativa ao reajuste de salário do Magistério. O Plano Administrativo, segundo disse na ocasião a presidente do sindicato, Simone Aguiar, está sendo cumprido, mas não o piso nacional. A prefeitura rebateu a informação, alegando que o reajuste não foi colocado em pauta na ação civil pública nem em reuniões com o sindicato.
 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio