Seculo

 

Associação cria fundo de amparo aos policiais militares capixabas


12/02/2018 às 13:04
A  Associação de Cabos e Soldados (ACS-ES) criou o Fundo de Amparo aos Militares Capixabas (FAMCAP), medida aprovada em assembleia da categoria. A iniciativa é apontada com pioneira na história da associação.
A ACS-ES explica que o fundo de amparo foi criado com base no Estatuto Social da entidade, e o objetivo é prestar assistência social e financeira aos militares excluídos em decorrência do movimento dos familiares,  amigos e dos militares capixabas, realizado em fevereiro de 2017.
 
A entidade registra que até o momento 11 militares já foram excluídos da PMES e outros 20 estão na iminência de também serem expulsos.
 
Os policiais militares que aprovaram a criação do fundo, criaram uma contribuição mensal no valor de R$ 10 que será descontada do pagamento dos associados sob forma de cota extra.

Os associados aprovaram ainda a diretoria do FAMCAP. A sargento Michelle Ferri será a presidente do fundo, o tesoureiro o cabo Pesca, e o secretário será o soldado Pereira.  Há uma comissão que administrará o fundo de amparo, mas a diretoria da ACS-ES fará a fiscalização da utilização do fundo pela comissão. 
 
Além dos militares associados, pessoas físicas e jurídicas também poderão contribuir com qualquer valor para o fundo e participar deste ato de solidariedade até que a situação desses militares excluídos seja revertida, defende a direção da ACS-ES.
 
Segundo a diretoria, o fundo terá caráter temporário e será mantido pelo período necessário a reintegração nos quadros da PMES e do Corpo de Bombeiros Militares (CBMES)  dos militares excluídos em decorrência do movimento de fevereiro de 2017.  

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Devoção' cega

Enquanto lideranças partidárias ecoam o ‘Volta Hartung’, o próprio lava as mãos e deixa seu exército fiel em apuros nas eleições deste ano

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Carta ao inventor da música
''Mas que alma mora no sol?''
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Roberto Junquilho
Tem jabuti na árvore
Por trás da conturbada escolha do candidato ao governo, há uma clara demostração de poder de Hartung
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Ministério Público investiga suspeita de cartel em licitações da Secretaria de Agricultura

Amancio, um cantador da capoeira

'Devoção' cega

Vagas no Senado viram a grande disputa deste ano no Espírito Santo

A quadrilha democrática da Rua Sete