Seculo

 

Centro de Vitória concentra os 'blocos reivindicativos'


09/02/2018 às 15:01
O Centro de Vitória é um reduto do samba, da boemia e também berço de reivindicações e novos movimentos culturais e alternativos. Não por acaso, então, que o local também seja o ponto de confluência de diversos blocos que levantam questões de gênero, raça e problemáticas que afetam a cidade, como a mobilidade. 
Um desses blocos, o bloquete "Nós, Eva e Adão", que sai há quatro anos, sofreu ontem com a repressão da polícia após denúncias no Disque-Silêncio. Mas a luta - e a festa- continua!

Unidos da Esquerda Festiva
Adiado na semana passada por conta das fortes chuvas, o bloco vai sair no sábado (10) de carnaval. Convida "todos e todas que acreditam e defendem o Socialismo" e alerta: "fascistas e neoliberais não sambarão!". A concentração será às 13h na Praça Ubaldo Ramalhete, saindo em direção ao Museu Capixaba do Negro (Mucane), onde se encontra com o Bloco Afro Kizomba.
 
Bloco Afro Kizomba
Estreante no carnaval capixaba, o bloco se concentra sábado (10), às 15h, no Mucane. Com lema "De Isabel a Temer, 130 anos sem reparação", promete muita irreverência e bom humor para questionar temas que afetam o povo negro brasileiro e capixaba, desde o racismo até a perda de direitos sociais.
 
Bekoo Das Pretas
Festa sensação em Vitória, o Bekoo Das Pretas também vai sair no carnaval prometendo "empretecer e florir" o carnaval do Centro. O som deve ter hip hop, trap dub, reggaeton, funk, afrobeats e muito mais, contando com três DJs mulheres no comando do som. A concentração do bloco será sábado (10), 15h, em frente aos Correios na Avenida Jerônimo Monteiro, indo até a Casa Porto.
 
Bloco das Magrelas Voadoras
Com o lema #dáoselin, o bloco busca valorizar a bicicleta como um meio de transporte mais sustentável e alternativa de mobilidade. No domingo (11), com bicicletas especialmente decoradas e aproveitando a ciclofaixa, os foliões do pedal vão se concentrar no Quiosque 2 de Camburi (K2) às 9h. Dali vão partir rumo ao Centro para encontrar o Regional da Nair.
 
BatuQDellas
Composto por mulheres de diferentes segmentos da cultura, o coletivo BatuQdellas busca enfrentar os machismos e preconceitos no cenário musical e artístico. Quer tirar a mulher de lugar de objeto, como acontece em muitos sambas, para protagonizar a batucada. "Dispostas a fazer o movimento acontecer, com felicidade no rosto, alegria no coração e resistência na cabeça". Encontro na segunda (12), 11h, em frente ao Bar da Zilda, no Centro.
 
Amigos da Onça
Na terça-feira (13), às 14h, é hora do bloco Amigos da Onça, que tem como organizadores moradores do entorno da Gruta da Onça. Em seu terceiro ano de carnaval, o bloco busca dar visibilidade à diversidade sexual e de gênero e à ocupação do espaço público. Com as famosas fantasias de oncinha, os participantes prometem "enxotar a onda conservadora", com muito rebolado e a marchinha inédita "Nu Matinho Sem Censura".

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Devoção' cega

Enquanto lideranças partidárias ecoam o ‘Volta Hartung’, o próprio lava as mãos e deixa seu exército fiel em apuros nas eleições deste ano

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Carta ao inventor da música
''Mas que alma mora no sol?''
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Roberto Junquilho
Tem jabuti na árvore
Por trás da conturbada escolha do candidato ao governo, há uma clara demostração de poder de Hartung
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Ministério Público investiga suspeita de cartel em licitações da Secretaria de Agricultura

Amancio, um cantador da capoeira

'Devoção' cega

Vagas no Senado viram a grande disputa deste ano no Espírito Santo

A quadrilha democrática da Rua Sete