Seculo

 

Centro de Vitória concentra os 'blocos reivindicativos'


09/02/2018 às 15:01
O Centro de Vitória é um reduto do samba, da boemia e também berço de reivindicações e novos movimentos culturais e alternativos. Não por acaso, então, que o local também seja o ponto de confluência de diversos blocos que levantam questões de gênero, raça e problemáticas que afetam a cidade, como a mobilidade. 
Um desses blocos, o bloquete "Nós, Eva e Adão", que sai há quatro anos, sofreu ontem com a repressão da polícia após denúncias no Disque-Silêncio. Mas a luta - e a festa- continua!

Unidos da Esquerda Festiva
Adiado na semana passada por conta das fortes chuvas, o bloco vai sair no sábado (10) de carnaval. Convida "todos e todas que acreditam e defendem o Socialismo" e alerta: "fascistas e neoliberais não sambarão!". A concentração será às 13h na Praça Ubaldo Ramalhete, saindo em direção ao Museu Capixaba do Negro (Mucane), onde se encontra com o Bloco Afro Kizomba.
 
Bloco Afro Kizomba
Estreante no carnaval capixaba, o bloco se concentra sábado (10), às 15h, no Mucane. Com lema "De Isabel a Temer, 130 anos sem reparação", promete muita irreverência e bom humor para questionar temas que afetam o povo negro brasileiro e capixaba, desde o racismo até a perda de direitos sociais.
 
Bekoo Das Pretas
Festa sensação em Vitória, o Bekoo Das Pretas também vai sair no carnaval prometendo "empretecer e florir" o carnaval do Centro. O som deve ter hip hop, trap dub, reggaeton, funk, afrobeats e muito mais, contando com três DJs mulheres no comando do som. A concentração do bloco será sábado (10), 15h, em frente aos Correios na Avenida Jerônimo Monteiro, indo até a Casa Porto.
 
Bloco das Magrelas Voadoras
Com o lema #dáoselin, o bloco busca valorizar a bicicleta como um meio de transporte mais sustentável e alternativa de mobilidade. No domingo (11), com bicicletas especialmente decoradas e aproveitando a ciclofaixa, os foliões do pedal vão se concentrar no Quiosque 2 de Camburi (K2) às 9h. Dali vão partir rumo ao Centro para encontrar o Regional da Nair.
 
BatuQDellas
Composto por mulheres de diferentes segmentos da cultura, o coletivo BatuQdellas busca enfrentar os machismos e preconceitos no cenário musical e artístico. Quer tirar a mulher de lugar de objeto, como acontece em muitos sambas, para protagonizar a batucada. "Dispostas a fazer o movimento acontecer, com felicidade no rosto, alegria no coração e resistência na cabeça". Encontro na segunda (12), 11h, em frente ao Bar da Zilda, no Centro.
 
Amigos da Onça
Na terça-feira (13), às 14h, é hora do bloco Amigos da Onça, que tem como organizadores moradores do entorno da Gruta da Onça. Em seu terceiro ano de carnaval, o bloco busca dar visibilidade à diversidade sexual e de gênero e à ocupação do espaço público. Com as famosas fantasias de oncinha, os participantes prometem "enxotar a onda conservadora", com muito rebolado e a marchinha inédita "Nu Matinho Sem Censura".

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Alternativas

Com a mudança no tabuleiro eleitoral do Estado, os olhares se voltam para o palanque de Casagrande e pacto com Rose. Governo, Senado...quem vai?

OPINIÃO
Editorial
Maquiagem oficial
Depois de episódios de repressão, governo Hartung tira a semana para valorizar uma das piores áreas de sua gestão: segurança pública
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
Roberto Junquilho
O novo com defeito
O prefeito Luciano Rezende esconde velho modelo da política com frase de efeito
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Saída de Luiz Paulo deve provocar esvaziamento do PSDB no Estado

Operação tartaruga na educação em Linhares tem 90% de adesão

Manobras perigosas

Banalização

Hospital Bezerra de Farias suspende atendimento por falta de médicos