Seculo

 

Ex-candidatos a prefeito desfazem aliança e disputam o mesmo espaço em Guarapari


13/02/2018 às 22:04
A aliança formalizada entre o PSDB e o PSB de Guarapari na disputa municipal de 2016, com projetos futuros de emplacar candidato a deputado estadual em 2018 e a prefeito em 2020, foi desfeita.
 
Os dois protagonistas da coligação se separaram e agora disputam o mesmo espaço para alcançar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Com esse cenário, a sucessão na Prefeitura de Guarapari poderá ter os dois como adversários.
 
Os candidatos a prefeito do município, Carlos Von Schilgen Ferreira, hoje subsecretário de Turismo de Vila Velha, e o ex-vereador Gedson Merízio, derrotados pelo prefeito Edson Magalhães (PSD) por apenas 154 votos, estão cada um na chapa de seus partidos como pré-candidatos à Assembleia. 
 
Na eleição de 2012, Merízio foi o vereador mais votado de Guarapari e, dois anos depois, teve boa votação para deputado federal, somando 17 mil votos no Estado - 15.404 só no município. Já Carlos Von, em 2014, eleição extemporânea no município, perdeu por pouco mais de mil votos para Orly Gomes (DEM), candidato apoiado por Edson Magalhães.  
 
O bom desempenho dos dois motivou, em 2016, o fechamento da coligação para tentar alternar o poder em Guarapari, dominado pelo atual prefeito há anos, ampliando para disputas futuras. 
 
Como Von foi o candidato no ano passado, Merízio seria agora à Assembleia, e vinha trabalhando seu nome desde o ano passado, como representante de Guarapari e litoral sul do Estado.
 
“Era uma aliança para defender os interesses de Guarapari, que nunca teve uma representação à altura, e não um projeto individual”, destaca.
 
No entanto, no andamento das composições partidárias, Carlos Von foi acolhido pelo prefeito de Vila Velha, Max Filho (PSDB), e decidiu trabalhar para também conquistar uma cadeira na Assembleia.
 
Integrante da ala do ninho tucano que tem também o ex-prefeito de Vitória e primeiro suplente na Câmara dos Deputados, Luiz Paulo Vellozo Lucas, cotado como candidato a federal, Von encontraria campo para consolidar seu projeto. No entanto, o que circula no mercado político é que ele conversa com legendas menores para evitar riscos e garantir a cadeira no legislativo estadual.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Alternativas

Com a mudança no tabuleiro eleitoral do Estado, os olhares se voltam para o palanque de Casagrande e pacto com Rose. Governo, Senado...quem vai?

OPINIÃO
Editorial
Maquiagem oficial
Depois de episódios de repressão, governo Hartung tira a semana para valorizar uma das piores áreas de sua gestão: segurança pública
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
Roberto Junquilho
O novo com defeito
O prefeito Luciano Rezende esconde velho modelo da política com frase de efeito
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Saída de Luiz Paulo deve provocar esvaziamento do PSDB no Estado

Manobras perigosas

Operação tartaruga na educação em Linhares tem 90% de adesão

Banalização

Hospital Bezerra de Farias suspende atendimento por falta de médicos