Seculo

 

Nova temporada da Orquestra Sinfônica vai de Tchaikovsky ao Ticumbi


24/02/2018 às 18:11

A nova temporada da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) promete. A programação do primeiro semestre de 2018 terá interpretação de grandes compositores clássicos do Brasil e do mundo, diálogos com a cultura e artistas populares, apresentações em parques e escolas, trilhas de cinema e concerto para a família.

“A ideia é fazer o clássico junto a projetos transversais, para aproximar a orquestra e a música clássica das pessoas, fazer com que curtam e prestigiem os concertos e apresentações, fazer com que a orquestra seja de fato patrimônio da população capixaba”, explica o maestro Helder Trefzger.

A programação começou na semana passada com obras de Tchaikovski, em homenagem aos 125 anos de morte do grande compositor russo, que terá suas músicas apresentadas em outras ocasiões ao longo do semestre. Em março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, será tocada a obra da compositora francesa Cécile Chaminade, tendo como solista a flautista da Oses, Luíza Braga. Outros artistas internacionais homenageados nos próximos meses serão Mendelssohn, Dvorak, Bruch, Borodin, Rimsky-Korsakov e Bellini. Em abril, uma marca será a obra de grandes compositores brasileiros, desde os antigos Heitor Villa-Lobos e Carlos Gomes até o jovem e contemporâneo Alexandre Guerra.

Porém, a temporada vai muito além do repertório tradicional, com outras atividades diversas. Um dos destaques são as apresentações com o grupo Ticumbi de São Benedito, de Conceição da Barra (norte do Estado), fazendo um diálogo entre a cultura popular e a música clássica. Em março, o grupo comandado por Mestre Tertolino Balbino (Terto) vai realizar nos palcos uma versão compacta da encenação do tradicional Ticumbi. “Nossa proposta é tentar trazer esses grupos para o palco, dar visibilidade para a cultura popular do nosso Estado, que é muito rica. A orquestra faz uma coparticipação acompanhando o Ticumbi, sem influenciar seu modo genuíno. Não vamos estilizar ou fazer uma versão. A proposta é manter a riqueza do Ticumbi e colocar a orquestra lado a lado, respeitando o jeito tradicional de tocar, cantar e dançar”.

Outra participação interessante será no Festival Sérgio Sampaio, em que a Oses vai tocar músicas do Velho Bandido, junto com outros instrumentistas e intérpretes. Sucesso de público, também serão realizados em maio concertos com as trilhas sonoras de filmes. Em abril, a orquestra apresenta o Concerto de Ave Marias no Santuário Divino Espírito Santo, em Vila Velha, durante a Festa da Penha. Dentro do projeto Sinfônica no Parque, a Oses se apresentará ao ar livre em março e junho, no Parque Botânico da Vale, em Jardim Camburi.

Para agradar e atrair as crianças e jovens, também estão previstas atividades do projeto Orquestra nas Escolas, no mês de junho, em colégios públicos da Grande Vitória. E o projeto Concertos para a Família, cuja primeira sessão será neste domingo (25) também traz uma proposta de maior proximidade para os pequenos. “É uma apresentação para todas as idades, mas com destaque para as crianças, um concerto mais ‘barulhento’, no qual elas podem conhecer os instrumentos, subir no palco, reger a orquestra. É um momento de aproximação, de formação de público, os músicos também descem do palco e dialogam, tem sido um sucesso”, conta o maestro.

Devido às obras no Theatro Carlos Gomes, os espetáculos em local fechado acontecerão no Teatro Sesc Glória e no Teatro Universitário.

Confira o calendário completo da Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo para o primeiro semestre de 2018:


MARÇO
DIA INTERNACIONAL DA MULHER - TCHAIKOVSKY INESQUECÍVEL (Aniversário de morte: 125 anos)
(7/3) SÉRIE QUARTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
(8/3) SÉRIE QUINTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
Bellini – Abertura da Ópera Norma
Chaminade – Concertino para flauta, Op. 107
Tchaikovsky – Sinfonia n.º 6, em si menor, Op. 74
Regente: LEONARDO DAVID
Solista: LUIZA BRAGA, flauta

TICUMBI
(21/3) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(22/3) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
Trefzger – Abertura Ticumbi
Tertulino Balbino – Ticumbi de São Benedito
Ticumbi de São Benedito Mestre Terto – Forró de Sapezeiro
Participação especial: TICUMBI DE SÃO BENEDITO
(MESTRE TERTO - TERTULINO BALBINO, Conceição da Barra, ES)         
Regente: HELDER TREFZGER

ABRIL
IMAGENS DO BRASIL
(25/4) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(26/4) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
Carlos Gomes – Abertura da ópera Il Guarany
Alexandre Guerra – Suíte Imagens
Villa-Lobos – Bachianas Brasileiras n. 4
Solista: ROGERIO WOLF, flauta
Regente: LEONARDO DAVID

MAIO
SINFONIA DO NOVO MUNDO

(29/5) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro SESC GLÓRIA
(30/5) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro SESC GLÓRIA
Borodin – Danças Polovtsianas
Bottesini – Passione Amorosa, para dois contrabaixos e orquestra
Dvorak – Sinfonia n.º 9, em mi menor, op. 95 “do Novo Mundo”
Solistas: JEANCARLOS GUALBERTO E JEAN CARLOS ALMEIDA, contrabaixos
Regente: HELDER TREFZGER

JUNHO

RÚSSA CLÁSSICA
(13/6) SÉRIE QUARTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
(14/6) SÉRIE QUINTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
Glière – Concerto para trompa e orquestra Op. 91
Korsakov – Scheherazade, Op. 35 (Solos de violino: GABRIELA QUEIROZ)
Solista: NIKOLAY ALIPIEV, trompa
Regente: LEONARDO DAVID

SOB AS BRUMAS DAS HIGHLANDS
(27/6) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(28/6) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
Mendelssohn – Abertura “As Hébridas”, Op. 26
Bruch – Fantasia Escocesa, Op. 46
Mendelssohn – Sinfonia n.º 3, Op. 56 “Escocesa”
Solista: CÁRMELO DE LOS SANTOS, violino
Regente: HELDER TREFZGER

CONCERTOS PARA A FAMÍLIA
(25/2) 11h. Teatro Glória
(6/5) 11h. Teatro Glória

SINFÔNICA NO PARQUE
(11/3) 11h. Parque Botânico da Vale – Jd. Camburi
(16/6) 11h. Parque Botânico da Vale – Jd. Camburi

FESTA DA PENHA
(5/4) 20h. Santuário Divino Espírito Santo (Santuário de Vila Velha)
CONCERTO DE AVE MARIAS (Arcadelt, Victoria, Somma, Gounod,
Schubert, Fauré, Saint-Saëns, Caccini, H. Martins, V. P. J. Redondo)
Solista: ROSIANE QUEIROZ, soprano
Participação Especial: CORO SINFÔNICO DA FAMES
Regente: HELDER TREFZGER

FESTIVAL SERGIO SAMPAIO
(14/4) 20h. Teatro SESC GLÓRIA

CINEMA ESPECIAL
(8, 9 e 10 de maio) 20h. Teatro Universitário - UFES
Trilhas sonoras de filmes
Regente: LEONARDO DAVID

ORQUESTRA NAS ESCOLAS
(4 a 8 de junho) Escolas públicas da Região Metropolitana de Vitória, 09h30

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

'Tem boi na linha'

Metendo-se no meio da disputa caseira entre Hartung e Casagrande, Rose de Freitas tem realmente alguma chance?

OPINIÃO
Editorial
As novas roupagens da censura
Os resquícios da ditadura militar ainda assombram a liberdade de expressão no País, estendendo seus tentáculos para o trabalho da imprensa
Eliza Bartolozzi Ferreira
Cada qual no seu lugar
As escolas fazem ciência; as igrejas doutrinação. Projeto Escola Sem Partido é, no mínimo, uma contradição de base do vereador de Vitória, Davi Esmael (PSB)
Erfen Santos
Sugestão Netflix – um filme necessário
Indicado ao Oscar, Strong Island supera a maioria dos documentários, por mesclar a experiência familiar com a crítica social
JR Mignone
A batalha
Não sei se posso dizer, mas ainda hoje me sinto um pouco frustrado com a nossa profissão. Sério!
Roberto Junquilho
Renovar o quê?
Os ''novos'' na política mantêm velhos conceitos e se agarram em grandes corporações empresariais
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Produtor rural teme uma tragédia na região da Barragem do Rio Jucu

Sicoob em Cariacica é processado por falta de acessibilidade

As novas roupagens da censura

Ufes sedia seminário do Dia Internacional contra a Tortura