Seculo

 

'Blutú'


27/02/2018 às 14:35
É desse jeito que o brasileiro pronuncia o Bluetooth. O Bluetooth é uma especificação de rede sem fio de âmbito pessoal. O Bluetooth provê uma maneira de conectar e trocar informações entre dispositivos como telefones celulares, notebooks, computadores, impressoras, câmeras digitais, isto é, o primeiro facilitador da internet.
A grande jogada do "blutú" é que ele possibilita a comunicação de vários dispositivos uns com os outros quando estão dentro do raio de alcance. Os dispositivos usam um sistema de comunicação via rádio, por isso, não necessitam estar na linha de visão um do outro, e podem estar até em outros ambientes, contanto que a transmissão recebida seja suficientemente potente.
Na realidade, pelo visto, é mais um recurso que facilita a vida de quem gosta de áudio, principalmente dentro de um carro, no celular, notebook, e por aí vai. Muita gente dispõe deste recursos em seus aparelhos mas não sabem como manuseá-los, causando com isso uma perda enorme de recursos.
Vamos dissipar a curiosidade deste nome exótico. O nome Bluetooth é uma homenagem ao rei da Dinamarca e Noruega Harald Blåtand – em inglês Harold Bluetooth (traduzido como dente azul, embora em dinamarquês signifique de tez escura). Blåtand é conhecido por unificar as tribos norueguesas, suecas e dinamarquesas.  
Da mesma forma, o protocolo procura unir diferentes tecnologias, como telefones móveis e computadores. O logotipo do Bluetooth é a união das runas nórdicas  (Hagall) e  (Berkanan) correspondentes às letras H e B no alfabeto latino.
Pois bem, agora que você já sabe um pouco sobre o "blutú", e antes não sabia, mas tinha, procure então usufruir dos processos que ele dispõe para facilitar sua vida neste mundo de tecnologias.
PARABÓLICAS
A cantora Lauriete está fazendo um horário na Cor da Vida. Será que ela vem disputar algum cargo político este ano?
Bruninho Andrade está firme e forte na promoção (interna e externa) da Litoral FM, principalmente agora, que atua no noroeste e sul do Estado.
Fabio Pirajá tem uma página no Facebook que é Memória Capixaba. São fotos antigas do ES, seja de pessoas ou lugares.
Outro dia a classe perdeu Hino Salvador. Agora perdeu Cid Macrini. Macrini começou na Gazeta nos anos 80. Condolências às famílias.
MENSAGEM FINAL
“Há uma inocência na admiração: é a daquele a quem ainda não passou pela cabeça que também ele poderia um dia ser admirado”. O Pensador

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Até tu?

A situação está tão difícil, que PH almejou fazer uma dobradinha com os senadores Magno Malta e Ricardo Ferraço

OPINIÃO
Editorial
Quem paga a conta senta na cabeceira?
O financiamento pela Arcelor de uma pesquisa da Ufes de R$ 2 milhões acende o alerta sobre a autonomia universitária e a transparência nos acordos entre academia e capital privado
Piero Ruschi
Visita à coleção zoológica de Augusto Ruschi
Visitei a coleção zoológica criada por meu pai e seu túmulo na Estação Biológica. Por um lado, bom, por outro, angústia
JR Mignone
Uma análise
Algumas emissoras, aquelas que detêm alguma ou boa audiência, dedicam-se pouco à situação do país
Geraldo Hasse
Refém do Mercado
O País está preso ao neoliberalismo do tucano Pedro Parente, presidente da BR
Roberto Junquilho
A montagem da cena
Em baixa junto aos prefeitos da Grande Vitória, Hartung dispara para o interior do Estado
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Candidatura de Lula à Presidência será lançada neste domingo em Vitória e Serra

Servidores do Ibama e ICMBio no Estado protestam contra loteamento político do órgão

Quem paga a conta senta na cabeceira?

Projeto da nova sede do IPAJM é 'reavaliado' por Instituto de Obras do Estado

A montagem da cena