Seculo

 

Programa oferece 16 mil bolsas para cursos de graduação no Espírito Santo


11/03/2018 às 09:25
Dezesseis mil bolsas de estudos para cursos de graduação no Espírito Santo em 2018 e 240 mil em todo o país, com descontos de até 70% nas mensalidades. Esta é a proposta do Programa Educa Mais Brasil, que existe há 15 anos, já tendo beneficiado 450 mil estudantes.

Maior programa de inclusão educacional, o Educa Mais Brasil conta com a parceria de dezenas de instituições capixabas, oferecendo oportunidades na Grande Vitória e interior. No Brasil, são 18 mil instituições parceiras.

“Em um mercado cada vez mais competitivo, não há dúvidas que o diploma é um pré-requisito para conquistar estabilidade em qualquer profissão. Um curso superior abre portas. Por isso, é tão importante ter uma graduação. Poder realizar este sonho contando com uma bolsa de estudo é possível”, afirma o programa em sua página na internet.

Ana Paula Ferreira é uma dessas contempladas. Fazendo sua primeira graduação em Engenharia de Produção, na Unisa (Polo Educacional de Piúma), ela considera o Programa uma grande oportunidade para as pessoas que não têm condições de arcar com a mensalidade integral de uma faculdade.

“Além de ser uma grande oportunidade das pessoas se inserirem em uma graduação, o programa também oferece uma grande diversidade de opções. Os estudantes podem escolher entre uma graduação EAD ou presencial e um variada opções de cursos”, explica a estudante, que optou pela graduação EAD.

Além dos cursos de graduação, o Educa Mais Brasil também concede bolsas de estudo em Educação Básica, Cursos Técnicos, Idiomas, Preparatório para Concurso, Cursos Profissionalizantes, EJA – Educação para Jovens e Adultos e Pré-vestibular/Enem.

As inscrições são feitas pela internet . Basta selecionar o curso e a cidade de sua preferência, escolher umas das instituições parceiras e preencher o formulário. A inscrição é gratuita.  

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Até tu?

A situação está tão difícil, que PH almejou fazer uma dobradinha com os senadores Magno Malta e Ricardo Ferraço

OPINIÃO
Editorial
Quem paga a conta senta na cabeceira?
O financiamento pela Arcelor de uma pesquisa da Ufes de R$ 2 milhões acende o alerta sobre a autonomia universitária e a transparência nos acordos entre academia e capital privado
JR Mignone
Uma análise
Algumas emissoras, aquelas que detêm alguma ou boa audiência, dedicam-se pouco à situação do país
Roberto Junquilho
A montagem da cena
Em baixa junto aos prefeitos da Grande Vitória, Hartung dispara para o interior do Estado
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A festa do chá
MAIS LIDAS

Advogados questionam gestão de Homero Mafra à frente da OAB no Estado

Sem ração devido à greve de caminhoneiros, avicultores doam 100 mil frangos e 360 mil ovos em Vitória

O livro

Justiça questiona legalidade da contratação de comissionados para gestão de obras milionária

Campeonato de Lançamento de Guimbas ironiza tolerância com a poluição do ar