Seculo

 

A caminho


12/03/2018 às 23:09
Embora insista em se esquivar, o deputado estadual Amaro Neto já trata como certa, em conversas com lideranças políticas mais próximas, sua saída do Solidariedade para se filiar ao PRB. Ele disputará o Senado pelo partido ligado à Igreja Universal, da emissora onde é apresentador de TV, e que será controlado, por aqui, pelo secretário de Esportes, Roberto Carneiro, seu articulador de campanha e aliado de primeira linha. Para Amaro, a mudança em nada o prejudica em termos de votos. O mesmo, porém, não se pode dizer do deputado federal Carlos Manato, também do Solidariedade e aliado de Amaro. Sem seu principal puxador de votos, o deputado federal agora tem um problema: precisa definir uma articulação que garanta sua reeleição. No PRB, caso decidisse ir junto, não teria legenda para federal. Já em relação ao PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro (RJ) que tem anunciado sua entrada como certa, Manato ainda se esquiva. Por outro lado, como ficar no Solidariedade, sozinho? Qual trunfo terá para a disputa de outubro? De um dia pro outro, um casamento político que parecia firme, estremeceu.
Expectativa
Depois de ser "lançado" ao Senado pelo prefeito de Vitória, Luciano Rezende, em evento do PPS nesse final de semana, o deputado estadual Sergio Majeski (de saída do PSDB) recorreu às redes sociais para se posicionar sobre a mudança partidária e sua candidatura de 2018. Mas ainda deixa no ar seu destino!
Expectativa II
Majeski lembrou que "a maioria dos partidos no ES foi cooptada por Paulo Hartung" e, além desses "sobra cerca de meia dúzia". Ele diz ter convicção de que receberá críticas diante de qualquer decisão, porém, ressaltou a necessidade de as forças de oposição se articularem "muito bem”. Sobre a candidatura, mais mistério: “desde o governo até a reeleição”.
Bajulação
Por falar em Majeski, ele, Euclério Sampaio e Freitas (PSB) criticaram o governo Hartung em plenário na sessão desta segunda-feira (12), por conta dos dados sobre a evasão escolar divulgados na imprensa. Logo apareceram os "escudos", José Esmeraldo (MDB) e Enivaldo dos Anjos (PSD), para desqualificar os discursos. Fala sério!
Arranhões à imagem
O senador Magno Malta (PR), a essa altura, já deve ter repensado essa ideia de processar o Padre Romário, liderança respeitada e atuante de Boa Esperança. A repercussão do caso mostra que permanecer nessa briga é, no mínimo, arriscado. E outra: tantos assuntos para se preocupar, vai logo intimidar padre? Só faltava essa mesmo...
Boas-vindas
O deputado federal Givaldo Vieira será recebido oficialmente pela bancada federal do PCdoB, em Brasília, nesta quarta (14). Na sexta (16), a recepção será em Vitória, com a presença da presidenciável Manuela D’Ávila; da presidente nacional do partido, Luciana Santos; e da deputada federal Jandira Feghali (RJ). O PCdoB fará um ato em "defesa a democracia" que marcará a filiação de Givaldo, às 18 horas, em frente ao teatro da Ufes. 
Boas-vindas II
Em vídeo publicado nas redes sociais na semana passada, Manuela D' Ávila comentou a filiação de Givaldo - após 29 anos no PT - em tom de comemoração. Ela ressaltou que o deputado "é um homem de lutas”. 
'Deu ruim'
Não saiu exatamente como planejado o primeiro dia da Linha Verde implantada pela prefeitura de Vitória em Camburi. Com apenas duas vias ao invés de três para circulação dos carros, o trânsito empacou em mais de uma hora do habitual no horário de pico, como relatam as queixas direcionadas a Luciano Rezende (PPS) nas redes sociais. 
'Deu ruim II'
Mas o prefeito, que não tolera críticas, reagiu. Em resposta, garantiu que foi tudo uma maravilha com o serviço e que o trânsito teve outra razão, dois acidentes registrados no final da tarde desta segunda-feira (12). Se ele conseguiu convencer, já são outros 500...
Nas redes
"Juntos com os servidores do Ibama. Fora superintendete político". (Juntos - SOS ES Ambiental - no Facebook).
PENSAMENTO:
"Não há coisa mais fria do que o conselho cuja aplicação seja impossível". Confúcio

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Espelho democrático

PH, com certeza, vai jogar pra frente dúvida sobre candidatura à reeleição. Mas não o vejo fora da disputa e sem mandato

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
JR Mignone
O voto facultativo
Atual insatisfação com a política seria uma chance para começar a estudar a implantação do voto facultativo?
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Extermínio da juventude negra será tema de jornada de luta no mês da abolição

Presidenciável do PRB articula construção de palanque eleitoral no Estado

Sindicato dos Médicos e CRM encontram cenário caótico em hospitais do norte e noroeste

Processo de nepotismo contra Sérgio Vidigal vai a julgamento nesta terça-feira no TJES

Um filme sobre o extermínio da juventude negra