Seculo

 

Empresários pressionam vereadores da Serra a retornarem ao trabalho


20/03/2018 às 18:32
Um grupo de empresários da Serra está acompanhando o desenrolar da paralisação promovida pelos vereadores do município aliados da ex-presidente da Câmara, Neidia Maura Pimentel (PSD), afastada do cargo pela Justiça, a fim de convencê-los a retornarem às atividades. 
 
A Câmara realiza sessão nesta quarta-feira (21), sob a presidência do vereador Rodrigo Caldeira (Rede), que ocupava a vice na gestão de Neidia.
 
Ele quer definir se deve haver nova eleição ou se fica no cargo até o dia 2 de junho, quando expira o atual mandato. Essa decisão, porém, necessita de quórum para poder ser votada.
 
Desde o afastamento de Neidia no último dia 14, acusada de concussão (rachid), 15 dos 23 vereadores suspenderam o trabalho.Comparecem à Câmara, marcam presença, e se retiram. 
 
O empresário Wilson Zoon faz parte do grupo que conversa com os vereadores ligados à ex-presidente e estão tentando superar esse impasse, até que a Justiça defina como ficará a situação, o que somente ocorrerá com o julgamento do recurso apresentado pela defesa da ex-presidente. 
 
O vereador Nacib Haddad (PDT), que permanece exercendo as funções normalmente, apela para o bom senso. “Eles deveriam assumir o trabalho até o julgamento do recurso apresentado” diz. 
 
Depois do afastamento de Neidia Maura, os 15 vereadores se reuniram em um sítio no município de Santa Teresa, região serrana do Estado, para montar estratégias de defesa visando fazer Neidia retorna ao cargo. 
 
Na última quarta-feira (14), Neida foi afastada pela juíza da 2ª Vara Criminal do município, Letícia Maia Saúde. A decisão atendeu à ação provocada pelo Ministério Público Estadual (MPE), que acusou Neidia e o diretor de Controle Interno da Câmara, Flávio Serri, de concussão (rachid), improbidade e peculato.
 
No dia seguinte, decisão do desembargador Robson Luiz Albanez, da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, acatou pedido de tutela antecipada antecedente no processo referente à conturbada eleição à Mesa Diretora da Câmara do ano passado, feito pelos vereadores Pastor Ailton (PSC), Nacib Haddad (PDT), Fábio Duarte (PDT) e Aécio Leite (PT), e anulou o pleito, determinando, também, o afastamento de Neidia da presidência. Na época da disputa, ela chegou a ser afastada e o vereador Rodrigo Caldeira (Rede) assumiu a função, mas a decisão depois foi revertida em seu favor.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Secom
'Esquenta'

Com a a abertura das convenções partidárias, nesta sexta-feira, o mercado ganhou maior intensidade com o racha na base de Hartung

OPINIÃO
Editorial
Mais uma porta na cara
O racismo institucional do Palácio Anchieta ficou ainda mais claro com a presença do jornalista Willian Waack, demitido da Rede Globo por comentários racistas
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Geraldo Hasse
Notícias do fundo do poço
Se não ceder às pressões externas, a Petrobras pode voltar a liderar a economia
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Além das lágrimas
MAIS LIDAS

'Esquenta'

Largada embolada

Comando da PM não comparece em audiência de conciliação no Tribunal de Justiça

Projeto que obriga barreiras de proteção na Terceira Ponte tem parecer favorável na Ales

Mistério Público investiga Secretaria de Saúde de Cariacica por irregularidades em prestações de contas