Seculo

 

Enganosos


16/04/2018 às 16:14
Vimos, recentemente, um fato esportivo que mereceu a nossa total atenção. Pela primeira vez em 15 anos, os times italianos (Roma e Juventus) sobrepujaram os melhores do mundo (RealMadrid e Barcelona), sendo que no caso da Juventus, ela ganhou mas não levou, mas ganhou.
 
Talvez tenha uma explicação psicológica ou mesmo de recuperação moral. É que a Itália, umas das tradições em toda Copa de Mundo, desta vez ficou fora. Um descuido arrasador para o mundo do futebol, principalmente para os “tifosis”.
 
O tipo de reação dada pelos dois times italianos nas semifinais da “Champions” foi algo impressionante e uma lição para o futebol mundial. Uma raça, uma técnica, uma paixão, uma responsabilidade, enfim. Estão de parabéns os italianos e seu futebol.
 
Nesses jogos, a bem da verdade, os dois maiores jogadores do mundo deixaram a desejar, já que todos esperavam que eles decidissem. Pelo Real, CR7 fez gols sensacionais em uma das duas partidas contra a Juve, mas na partida final, nada fez, apenas converteu um pênalti. Se bem que esse ato classificou o esquadrão madrileno injustamente.
 
O outro foi o Messi pelo imbatível Barcelona. Tido como jogador de decidir, nesta segunda partida contra a Roma nada fez, fazendo calar os torcedores catalães e deixando uma dívida e dúvida para os torcedores da Argentina na Copa.
 
Fazendo uma comparação corajosa e dispersa, tanto as eleições do Brasil e a Copa do Mundo terão muitas novidades, muitas surpresas e varias decepções.
 
PARABÓLICAS
 
Políticos querem livrar as rádios comunitárias do Ecad. Mais essa agora. Elas concorrem feio com as comerciais.
 
De olho nos movimentos das demais emissoras no sul do Estado, Cesar Nemer mantém a sua Cultura FM sempre com novidades na programação. 
 
Por outro, fazendo o mesmo, mas bem caladão, o preclaro Miguel Trés vai contabilizado o aumento de audiência da Antena 1.
 
Marta Cibien agora com o Espaço Cibien, trazendo palestrantes de psicanálise. Deixou de lado o rádio, por enquanto.
 
MENSAGEM FINAL
 
Um dos defeitos mais gerais, entre nós, é achar sério o que é ridículo, e ridículo o que é sério, pois o tato para acertar nestas coisas é também uma virtude do povo. Machado de Assis

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
CMV
Blindagem coletiva

Greve dos professores não reforçou apenas o perfil antidemocrático do prefeito, mas também a omissão da Câmara de Vitória. Só Roberto Martins enxerga o óbvio?

OPINIÃO
Editorial
'Gestão compartilhada'
Ofensiva de Luciano Rezende contra movimento dos professores revela autoritarismo e inabilidade política
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
JR Mignone
O voto facultativo
Atual insatisfação com a política seria uma chance para começar a estudar a implantação do voto facultativo?
Roberto Junquilho
Que novo é esse?
O presidenciável do PRB, Flávio Rocha, apresenta velhas fórmulas de gestão e envolve jovens lideranças
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Juíza proíbe ex-diretor de Controle Interno de se aproximar da Câmara da Serra

Defensores públicos definem oito medidas para valorização da categoria

MP de Contas requer anulação de concorrência da Secretaria de Estado da Comunicação

Homicídios de jovens negros aumentaram mais de cinco vezes em 20 anos no Estado

Procon multa imobiliária e construtora responsáveis por condomínio em Setiba