Seculo

 

Bom pra uns...


16/04/2018 às 20:20
A pesquisa do Instituto Futura/A Gazeta publicada nesse final de semana caiu como uma luva para as atuais movimentações do ex-governador Renato Casagrande (PSB), que está circulando na Grande Vitória e no interior para tentar demarcar território e garantir o retorno ao Palácio Anchieta na disputa deste ano. Sem deixar passar a oportunidade, Casagrande publicou mensagem de agradecimento nas redes sociais, dizendo-se motivado a "continuar a construção de um projeto que recoloque o Espírito Santo no caminho o desenvolvimento, da geração de empregos, das obras de infraestrutura e, principalmente, da democracia, do diálogo e do cuidado com as pessoas". Com muitas curtidas, compartilhamentos e comentários, sobrou gente pontuando que a situação do governador Paulo Hartung, que aparece em empate ténico com o socialista no levantamento, mesmo com a máquina na mão (e que máquina!), é pior ainda se considerados os termômetros das ruas. Exatamente como vem sinalizando o mercado político há meses e que, agora, com a entrada oficial da senadora Rose de Freitas (Podemos) na disputa, como candidata de oposição, deixou o cenário mais complicado para Hartung. O impacto da chegada dela, inclusive, nem deu tempo de dimensionar (a pesquisa foi realizada poucos dias depois). Ao contrário de Casagrande, Rose não se posicionou sobre o resultado nas redes sociais. Hartung, então...
Não aguenta o trote...
Aliás, além do Instagram, sobrou alguma rede social do governador? Os últimos suspiros do Facebook foram ainda na greve da Polícia Militar, em fevereiro de 2017. Saiu para evitar o bombardeiro. 
Efeitos eleitorais
A propósito, sobre a disposição manifestada pelos deputados da Comissão de Segurança em reforçar o pleito por anistia administrativa aos policiais militares que respondem a inquéritos ou foram expulsos após a greve de fevereiro de 2017, por meio de uma indicação legislativa, das duas uma: o governador teria interesse em minimizar a crise que tanto provocou estragos à sua imagem ou os deputados vão fazer sua parte e depois se livrar da responsabilidade? 
Balanço
O Podemos foi o partido que mais cresceu no Senado em relação ao início da atual legislatura, somando agora cinco parlamentares, como apontam as mudanças nas composições das bancadas. Rose de Freitas foi um dos reforços, mas o MDB, sua antiga sigla, segue na liderança, com 17 senadores. Já o PT foi o que mais perdeu cadeiras - de 13 para nove.
Juntos e misturados
O deputado estadual Marcelo Santos (PDT) reuniu em sua prestação de contas nesse sábado (14), em Cariacica, lideranças ligadas a Hartung e ao PRB, novo partido dos aliados do governador. Além do comandante de seu novo partido, deputado federal Sérgio Vidigal, estavam lá, com participação de destaque, o vice-governador César Colnago (PSDB); o presidente regional do MDB, deputado federal Lelo Coimbra; o deputado estadual Amaro Neto (PRB); e o secretário-chefe da Casa Civil, Roberto Carneiro (PRB).
Juntos e misturados II
Também prestigiaram Marcelo o ex-secretário de Agricultura Octaciano Neto (PSDB), candidato à Câmara, e os deputados estaduais Sandro Locutor (Pros), Gilsinho Lopes (PR) e Rodrigo Coelho (PDT), líder do governo. Todos eles do grupo que arrasta asa para o governador.
O 'diálogo' de Luciano
Dia desses, o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), pediu pra entrar num grupo de WhatsApp que debate a implantação do Parque Tecnológico. Sugerindo interesse no diálogo, foi adicionado. Nesta segunda-feira (16), postou lá informações sobre dragagem como uma das medidas de sua gestão em relação às chuvas. Tomou um "chamada" de um dos administradores do grupo, pois estava infrigindo as regras. Justificou sua intenção e...saiu do grupo! O prefeito, como sempre, não admite ser contrariado.
Mais um
O presidente da Câmara de Nova Venécia, Antonio Emílio, será mais um candidato do PPS na disputa à Assembleia. Ele diz que atende, assim, a um pleito do partido e de seu eleitorado. O "bonde" do PPS está cada vez mais cheio.
Que isso, produção?
Depois de circular um vídeo em que uma mulher narra o que seria um encontro casual com o prefeito de Colatina, Sergio Menegueli (MDB), ajudando na limpeza da cidade, eis que o senador Ricardo Ferraço (PSDB) resolve fazer o mesmo nesse sábado (14), com publicação nas redes sociais. Todo mérito ao prefeito, é de fato incomum. Mas esses vídeos não parecem nada espontâneos.
Canal
O deputado estadual Sergio Majeski (PSB), candidato ao Senado, aderiu à onda da interlocução via WhatsApp. Número está nas redes sociais (998170369). Interessados, anotem!
PENSAMENTO:
"A perplexidade é o início do conhecimento". Khalil Gibran

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Eliza Bartolozzi Ferreira
A raposa cuidando do galinheiro
Na lógica do custo-benefício, governo Hartung entende que deve ofertar um ensino pasteurizado, de baixo custo e restrito a quem podem estudar em período integral
JR Mignone
A cobertura da Copa
No mês que antecedeu a Copa e no mês do desenrolar da competição, a Globo abusou da cobertura a ponto de cansar até o telespectador que gosta de esportes
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio