Seculo

 

Mais de 60 atrações culturais em Cachoeiro na Bienal Rubem Braga


15/05/2018 às 15:58

Reconhecido como um dos maiores cronistas da história do Brasil, o escritor e jornalista Rubem Braga é uma das mais ilustres figuras nascidas em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado. E sua memória se mantém viva, entre outras coisas, dando nome a um dos maiores eventos de literatura do Espírito Santo, a Bienal Rubem Braga, que neste ano acontece entre esta terça (15) e domingo (20).

Em sua sétima edição, o tema do evento é Panapaná, tirado do dicionário Aurélio, que significa “bando de borboletas; migração de borboletas em certas épocas, que chega a formar verdadeiras nuvens”. Uma metáfora para celebrar o encontro de amigos e a leveza da arte. Nesse sentido, serão homenageadas as obras de grandes amigos do escritor: o poeta Vinícius de Moraes, o pintor Cândido Portinari e o historiador Sérgio Buarque de Holanda, que serão lembrados “ por sua contribuição na criação de uma metamorfose na cultura, na literatura e na arte brasileiras”.

A abertura do evento na terça-feira (15) vai se dar com o concerto “Músicas que Rubem Braga Gostaria de Ouvir”, tocado pela Orquestra Sinfônica Sul Espírito Santo (Osses). Em seguida, haverá a conferência de abertura com o tema “Rubem Braga e a arte que interliga as cidades”, com Ana Karla Dubiela e Narjara Turetta. A primeira noite termina com o show Musas, de Clara Marins.

Durante a semana haverá lançamento de livros, debates, oficinas, apresentações teatrais, contação de histórias e, claro, uma grande feira de livros, com cerca de 25 mil livros à venda. Além de estar aberta durante a inauguração, a feira seguirá nos dias seguintes no horário de 8h às 22h. O “Corredor do Livro” contará com estantes com dez expositores trazendo título de gêneros variados como romance, crônica, poesia e infantojuvenil, desde obras clássicas a recém-lançadas. Outra atração é a realização do Encontro Brasileiro de Literatura Fantástica, no dia 19, com presença de autores destacados a nível estadual e nacional.

A estrutura do evento contará com 12 espaços nos quais vão acontecer mais de 60 atividades culturais, todas gratuitas. Além dos auditórios e salas para oficina, haverá Arena Zig Braga, com apresentações teatrais e de dança e a Sala Coração de Mãe, voltada para contações de história para o público infantojuvenil.

O Espaço Luz del Fuego vai abrigar a cada dia apresentações performáticas, misturando música, encenalção e dança. No palco Sérgio Sampaio, haverá apresentações musicias, incluindo a do ator e cantor Jackson Antunes, no dia 19, e do projeto solo de Fernando Anitelli, criador do grupo O Teatro Mágico, que tocará no encerramento da Bienal, no dia 20 de maio.

A programação completa baixo ou no site oficial do evento: http://bienalrubembraga.cachoeiro.es.gov.br .

AGENDA CULTURAL
VII Bienal Rubem Braga
15 A 20 DE MAIO DE 2018
Praça de Fátima (Beira Rio) - Cachoeiro de Itapemirim
Mais informações: http://bienalrubembraga.cachoeiro.es.gov.br

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Ales
Mais do mesmo

Na carona de Amaro Neto, lideranças do bloco governista pretendem manter pelo menos dez deputados estaduais na Assembleia. Já pensou...

OPINIÃO
Editorial
Donos das terras
Decisão em favor da titularidade do território quilombola no Estado é um passo importante na reparação de uma injustiça histórica que protege os poderosos
Gustavo Bastos
Jeff Buckley e seu álbum Grace
''O álbum Grace foi lançado em agosto de 1994''
Wilson Márcio Depes
A onipresença da violência
Os elevados índices de violência vêm favorecendo, de forma decisiva, o discurso de candidatos. É fácil verificar
Roberto Junquilho
O foco é o segundo turno
A estratégia do grupo palaciano é atrair a senadora Rose de Freitas para o segundo turno
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Lama da Samarco/Vale-BHP pode ser bomba relógio de metais pesados

Colnago se firma como candidato ao governo, mas não unifica o bloco hartunguista

Indicação do líder do governo para o TCE abre nova frente para oposição na Assembleia

Donos das terras

Jeff Buckley e seu álbum Grace