Seculo

 

São Gabriel da Palha terá Festival de Música em julho


06/06/2018 às 18:54

Contribuir com a formação de músicos no interior do Espírito Santo é um dos principais objetivos do 1º Femusga - Festival de Música de São Gabriel da Palha. O evento vai acontecer entre os dias 18 e 22 de julho no município localizado a 200 quilômetros de Vitória e oferece mais de 100 vagas para oficinas de instrumentos com sete professores do Espírito Santo e do Paraná. Durante os dias de festival, também haverá apresentações musicais.

“Buscamos fazer com que as atividades de formações, que são mais frequentes na capital, sejam interiorizadas, permitindo o contato com músicos de renome do Brasil e do Espírito Santo. Muitas vezes os músicos do interior não tem condições de ir a Vitória estudar, onde tem os cursos superiores de música, por isso, é importante que os festivais possam contribuir com a formação dos músicos”, explica Eduardo Lucas, diretor artístico do Femusga, lembrando que apesar do crescimento do número de festivais de jazz, blues, bossa e outros gêneros no Espírito Santo, poucos deles realizam atividades de formação em paralelo.

As inscrições para participar das oficinas estão abertas até o dia 18 de junho e podem ser feitas pela internet, por meio do preenchimento de um formulário digital. As oficinas e professores são os seguintes: Flauta (Samanta Santos); Clarineta (Fredmam Fernandes); Saxofone (Lucas Mota); Trompete (Vinicius Novais); Low brass, Trombone, Euphonium e Tuba (Cleverson Zavatto), Percussão (Léo de Paula) e Regência (Eduardo Lucas). 

Os participantes das oficinas terão alimentação, hospedagem e curso gratuitos, devendo arcar com os custos de transporte caso necessário. As turmas terão aulas pela manhã e ensaios pela tarde. A cada noite serão realizadas apresentações musicais em locais da cidade como a Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores e Paróquia de São Gabriel da Palha. Entre as atrações confirmadas estão a Banda da Política Militar, a Banda Júnior da Polícia Militar, Grupo Brasileiríssimo da Fames, Duo Wolf e Banda de São Gabriel da Palha. Além deles, no último dia o encerramento será realizado com uma apresentação coletiva dos próprios alunos das oficinas.

“O Femusga, Festival de Música de São Gabriel da Palha, é uma ferramenta importante de comunicação que de um lado aproxima as pessoas que querem aprender música, de outro lado resgata a tradição de bandas de músicas civis do Estado, bem como a cultura, tradição, folclore e cidadania local”, diz a apresentação do festival.

AGENDA CULTURAL
Femusga - Festival de Música de São Gabriel da Palha
Data: 18 a 22 de julho
Oficinas: Inscrições até 18 de junho em www.bit.ly/FemusgInscricao
Informações pelo femusgmusica@gmail.com

Oficinas e professores:
Regência (Eduardo Lucas) – 15 vagas
Flauta (Amanda Santos) – 15 vagas
Clarineta (Fredmam Fernandes) – 15 vagas
Saxofone (Lucas Mota) – 15 vagas
Trompete (Vinicius Novais) – 15 vagas
Low brass, Trombone, Euphonium e Tuba (Cleverson Zavatto) – 15 vagas
Percussão (Léo de Paula) – 15 vagas
 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

De demolidor a demolido

Até outro dia, o MDB era o partido mais importante do Estado, mas entrou em agonia com a interferência de PH

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uma revoada de colibris
MAIS LIDAS

De demolidor a demolido

Assaltante foragido da Justiça capixaba é preso em estádio na Rússia

Licitação para gestão dos quiosques em Camburi só tem uma empresa concorrente

Quarenta e um presos morreram entre março de 2015 e fevereiro de 2018 no Estado