Seculo

 

Deputado aponta desmandos do prefeito de Itapemirim e denuncia ameaça de morte


12/06/2018 às 18:38
O deputado estadual Gilsinho Lopes (PR) denunciou, da tribuna da Assembleia nesta terça-feira (12), uma contratação para prestação de serviço de segurança armada formalizada pelo prefeito interino de Itapemirim, Thiago Peçanha Lopes (PSDB), e confirmou a ameaça de morte ao vereador do município, Rogério da Silva Rocha (PCdoB).
Thiago Peçanha assumiu o cargo em abril do ano passado no lugar do prefeito Luciano de Paiva Alves (Pros), afastado do cargo por denúncia de corrupção. De acordo com o deputado, ele aderiu a uma Ata de Registro de Preços de pregão realizado em Vitória, no valor de R$ 3,2 milhões.
O processo foi protocolado sob o número 7.608/2018 – Ata de Registro de Preços no 0125/2017 do Pregão no 040/2016 - para contratação de prestação de serviço de vigilância patrimonial no município pela empresa SVA Segurança e Vigilância Armado – Ireli. 
O contrato é datado de 27 de abril deste ano e será denunciado ao Ministério Público do Estado (MPES), a fim de apurar sua necessidade e checar outras informações, inclusive o prazo de vigência, que é de 12 meses.   
Na manhã de sábado (9), afirmou o deputado Gilsinho Lopes, o vereador Rogério da Silva Rocha, o Rogerinho, que denunciou a contratação, foi ameaçado por três capangas, que foram até sua casa dizendo que iriam matá-lo. Eles estavam  em um veículo Corolla de placa PPW 34147.
O vereador não se encontrava no local e a ameaça de morte foi feita diretamente à sua mãe, que ficou muito nervosa e se dirigiu à delegacia para registrar um Boletim Unificado, em que ela relata que o homem disse que, se não encontrasse Rogerinho, iria procurá-lo na Câmara de Vereadores. A mãe de Rogerinho, que tem dificuldade para se locomover, prestou queixa à Polícia Civil, que chegou a prender um homem, soltando-o em seguida. 

Assim como o prefeito afastado, Thiago Peçanha é acusado de várias irregularidades na gestão. No final de 2017, a Câmara de Vereadores abriu uma comissão processante contra ele, por denúncias relacionadas à criação do programa que concede um auxílio gás à população carente. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

De demolidor a demolido

Até outro dia, o MDB era o partido mais importante do Estado, mas entrou em agonia com a interferência de PH

OPINIÃO
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uma revoada de colibris
MAIS LIDAS

Assaltante foragido da Justiça capixaba é preso em estádio na Rússia

Quarenta e um presos morreram entre março de 2015 e fevereiro de 2018 no Estado