Seculo

 

Sindicatos realizam protesto contra terceirizações dos hospitais estaduais


12/07/2018 às 12:08
O anúncio recente do secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, de que privatizará a gestão de mais seis hospitais até o final deste ano gerou reações entre os sindicatos que representam os servidores que atuam na área da saúde. Como resposta, na próxima quarta-feira (18), um protesto será realizado, a partir das 9 horas, em frente ao Palácio Anchieta. 
 
Puxado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Saúde no Estado (Sindsaúde-ES), o protesto contará com as entidades que participaram da Marcha da Saúde, realizada no dia 5 de abril deste ano, que contou com cerca de 1 mil pessoas que caminharam da Praça Getúlio Vargas até o Palácio Anchieta.

Entre os sindicatos, participaram os que representam categorias como enfermeiros (Sindienfermeiros), psicólogos (Sindpsi-ES), servidores do Judiciário (Sindijudiciário-ES), servidores da administração indireta (Sindipúblicos) e policiais civis (Sindpol-ES). Os movimentos sociais, por sua vez, estavam representados pelo movimento estudantil, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terras, Movimento Quilombola do Norte do Estado e pela Federação de Associação de Moradores do Estado (Famopes), entre outras. 
 
Além dos trabalhadores que atuam nas unidades de saúde e hospitais dos municípios da Grande Vitória, houve quem veio do interior para participar da manifestação. 
 
“Paralelo ao processo de entrega da rede estadual de saúde, os municípios operam a terceirização a todo vapor dos PA's [Prontos-Atendimentos] e Unidades Básicas de Saúde em vários municípios. Como exemplo, temos as propostas de terceirização em Linhares e recentemente a publicação do edital para terceirizar o PA do Trevo de Auto Laje, à revelia do Conselho Municipal de Saúde. A ação foi suspensa após ação do vereador Elinho [PV] em Cariacica”, afirmou o diretor de Comunicação do Sindsaúde-ES, Valdecir Gomes Nascimento. 
 
Seminário
Já nesta sexta-feira (13), a partir das 8h, o Sindsaúde-ES realiza o Seminário Interestadual “Saúde Pública: Dever do Estado”. O evento, que tem entrada franca, também é uma resposta diante das declarações recentes do atual secretário estadual de Saúde, afirmando que o governo de Paulo Hartung quer privatizar/terceirizar mais seis hospitais da rede pública até o final do ano.
 
“Com este anúncio feito pelo governo de Paulo Hartung, ficou ainda mais evidenciada a importância de unirmos esforços. É fundamental a definição das estratégias de luta para impedir este processo de entrega dos hospitais públicos para as empresas travestidas de organizações sociais (OSs). Um exemplo é o Hospital Infantil de Vila Velha que, após terceirização, teve aumento no número de óbitos de recém-nascidos”, ressalta Cynara Azevedo, da Secretaria de Condições de Trabalho do Sindsaúde.
 
As inscrições gratuitas ainda estão abertas e podem ser feitas em www.sindsaudees.org.br.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Devoção' cega

Enquanto lideranças partidárias ecoam o ‘Volta Hartung’, o próprio lava as mãos e deixa seu exército fiel em apuros nas eleições deste ano

OPINIÃO
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Geraldo Hasse
Notícias do fundo do poço
Se não ceder às pressões externas, a Petrobras pode voltar a liderar a economia
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Ministério Público investiga suspeita de cartel em licitações da Secretaria de Agricultura

Amancio, um cantador da capoeira

Vagas no Senado viram a grande disputa deste ano no Espírito Santo

'Devoção' cega

A quadrilha democrática da Rua Sete