Seculo

 

Movimento negro protesta contra racismo institucional do governo Hartung


12/07/2018 às 12:37
Um protesto organizado pelo Movimento Negro foi realizado na manhã desta quinta-feira (12) em frente ao Palácio Anchieta, Vitória, em função do convite feito pelo governador Paulo Hartung que trouxe ao Estado, para palestrar à equipe do governo, o jornalista Willian Waack, flagrado ao cometer uma postura racista durante intervalo de uma transmissão do Jornal da Globo, episódio que veio à tona em novembro de 2017, e gerou sua demissão da emissora
 
O movimento negro considera o convite uma afronta à população negra capixaba e a todos que se sentiram ofendidos com a postura do jornalista. A ida ao Palácio, segundo as lideranças, foi também para protestar contra o racismo institucional do governo Hartung.
 
As lideranças do movimento, no entanto, mais uma vez foram impedidas de entrar no Palácio Anchieta. Com a alegação que o encontro seria apenas para a equipe, policiais da Guarda Militar impediram as lideranças de participarem da atividade. O irônico é que, na presença das lideranças, foram vistas pessoas entrando no Palácio que não seriam servidores.
 
O movimento aponta que essa postura reflete o quanto o governo Paulo Hartung sempre foi avesso à construção de políticas de combate ao racismo e aposta em ações autoritárias para tentar anular qualquer crítica ou manifestação contrária à sua gestão.
 
Para o coordenador do Círculo Palmarino-ES, Lula Rocha, novamente o governo Paulo Hartung adota uma postura antidemocrática e tenta silenciar a população negra do Espírito Santo. 
 
“Nós queremos evidenciar o quanto esse governo durante todo esse período negou-se a discutir com os movimentos sociais, incluindo o movimento negro. E também tentou silenciar qualquer protesto e crítica que seja feita contra as políticas desenvolvidas pelo governo. Além disso, faz uma afronta dessas a todo o movimento chamando uma figura reconhecida por posturas racistas para dar uma palestra para a sua equipe de governo”, destaca o coordenador.
 
Lula ainda destaca que o movimento negro “renova nosso compromisso de lutar por um Espírito Santo mais justo e igualitária, contra o racismo e demais opressões vividas diariamente pela população capixaba".

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Devoção' cega

Enquanto lideranças partidárias ecoam o ‘Volta Hartung’, o próprio lava as mãos e deixa seu exército fiel em apuros nas eleições deste ano

OPINIÃO
Erfen Santos
O Cidadão Ilustre
O filme suscita reflexões pertinentes sobre prêmios literários como o Nobel, que rejeitou grandes escritores
Geraldo Hasse
Notícias do fundo do poço
Se não ceder às pressões externas, a Petrobras pode voltar a liderar a economia
JR Mignone
A importância das eleições
Cada empresa de comunicação tem de se esmerar nas campanhas, sem partido ou cores políticas
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Último desejo
MAIS LIDAS

Ministério Público investiga suspeita de cartel em licitações da Secretaria de Agricultura

Amancio, um cantador da capoeira

Vagas no Senado viram a grande disputa deste ano no Espírito Santo

'Devoção' cega

A quadrilha democrática da Rua Sete