Juiz autoriza pagamento dos 11% a servidores da Ales

Servidores ativos e inativos da Assembléia legislativa do Espírito Santo (Ales) já podem comemorar o recebimento da diferença de 11% sobre seus vencimentos nos termos do acordo celebrado com a Procuradoria Geral do Estado.  Nesta sexta-feira (31.3) o juiz Felipe Monteiro Morgado Horta, da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual,  assinou despacho autorizando o pagamento, que ultrapassa  R$ 92 milhões. Cópia do documento me foi entregue por diretores do Sindicato dos Servidores da Assembléia legislativa (Sindilegis).

“Considerando a homologação do acordo celebrado, expeça-se precatório em favor dos exeqüentes para o pagamento das quantias descritas na planilha 1 (fls.1.568/1606, nos termos do art. 100, da CF/88)”, afirma o juiz em seu despacho, encaminhando o documento para a adoção das providências a fim de cumprir a ordem judicial. Leia mais

Deputado vai propor CPI para apurar crime da Samarco

unnamed (1)
Alunos do curso de Meio Ambiente do colégio Almirante Tamandaré conversam com o deputado Enivaldo dos Anjos no final do seminário

Roberto Junquilho

A proposta de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apuração do crime socioambiental causado pelo rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, ocorrido em novembro de 2015, em Mariana, Minas Gerais, é o principal resultado do Seminário em Comemoração ao Dia  Estadual ao Meio Ambiente, realizado quarta-feira (22), na Assembléia Legislativa. A iniciativa será liderada pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), em atendimento a solicitação de participantes do seminário, que não pouparam críticas ao posicionamento dos governos federal, estaduais (Minas e Espírito Santo) e municipais, principalmente relacionado ao acordo  para reparar os danos, que, segundo eles, é  insuficiente para normalizar a situação. Leia mais