Um homem nu.

wpid-0033Para falar apenas um pouquinho do tabu que é um homem nu. Mas para mostrar o nu masculino, o leque de possibilidades é tão grande que é difícil escolher uma amostra. nudez frontal. É aí que reside o dilema …Escolhido aqui e ali pelas milhares de fotos na internet, desenhos, pinturas, fotos de modelos em pose frontal mostrando seu sexo flácido, em repouso, não “explícito”, isso mostra como a censura tem tanto medo de um penis, pau, pica, falo, etc.

São infinitas as afirmações de dizer outro macho.  Bem, cada um tem seus limites, dois homens sempre se comparam, nus então…e Deus macho em tudo.

 Mas dizer para mim, beleza é sinônimo de corpo masculino nu, sem roupas. Poetas são tantos, poesias também. Onde há o erótico, há também a pornografia, vai depender de quem a vê.

A arte é comovente, o tesão é parte do físico, da mente. E os homens olham mas que as mulheres, uns até disfarçam, outros devoram desavergonhados. Qual o prazer de estar junto a outro homem nu? A comparação?  A intimidade? A vontade proibida de ter? Tire as cobertas e descubra-se.

Amador Ribeiro Neto – POESIA GAY.

dia_dos_namorados (1)Volta por cima 1

preterido
o namorado
ia dar um tiro no ouvido
mas
descolou outro
namorado
&
continuou
gato
feliz
&
invertido

 

volta por cima 2

deu
volta por cima
por baixo
de lado
atrás
entre

deu
até
parar
de
querer
dar
e
ter
vontade
de
recomeçar

*Amador Ribeiro Neto é poeta, crítico literário e contista. Tem textos publicados em livros, jornais, revistas e na internet, destacando-se, mais recentemente, a inclusão de seus poemas na antologia “Na Virada do Século – Poesia de Invenção no Brasil”, organizada por Frederico Barbosa e Cláudio Daniel, pela editora Landy, de São Paulo, Brasil, 2002. É Doutor em Semiótica: Artes (pela Pontifícia Unversidade Católica de São Paulo) e Mestre em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (pela Universidade São Paulo). Professor de Teoria da Literatura dos cursos de graduação e pós-graduação em Letras da Universidade Federal da Paraíba. Tem inéditos dois livros de temática homoerótica: “Agora É Que São Eles” (contos) e “Cara Vara Pau” (poemas).

pelas beiras!

Um pastor evangélico no Peru convocou fiéis para o extermínio de homossexuais, afirmando que eles “não são obra de Deus”.

—————————————————————————————————-

População LGBT de Alagoas ganha direito a 5% de vagas em programa de habitação.

———————————————————————————————————

Comissão do Senado aprova união estável e casamento entre pessoas do mesmo sexo

Proposta altera o Código Civil e dá forma de lei para decisões já tomadas pelo Judiciário. Após turno suplementar de votação na própria comissão, projeto seguirá para a Câmara dos Deputados.

________________________________________________________
De acordo com informações do jornal inglês The Sun, um pai foi preso por estuprar uma filha lésbica para provar que “sexo com homem é melhor”.
_________________________________________________________
Nunca é tarde para ser quem você realmente é! Por quase um século, Roman Blank viveu uma vida que não era dele. Sobrevivente do holocausto, casado por 60 anos com uma mulher, pai de dois filhos, com cinco netos e um bisneto, ele finalmente teve a coragem necessária para se libertar das amarras que lhe impediam de ser plenamente feliz e, aos 95 anos, se assumiu homossexual para a família.
__________________________________________________XXXXXX

A Bela e a Fera. O novo filme da Disney.

a-bela-e-a-fera

Se a notícia foi recebida com entusiasmo em Hollywood, um cinema ao ar livre no Alabama, assim como algumas salas aqui no Brasil,  anunciou que não iria projetar o filme.

Mas os críticos americanos que viram a nova versão da Bela e a Fera, produzido pela Disney, recomendam ” É imperdivel!”

Entrevistado pela revista britânica Attitude, o diretor americano Bill Condon, disse sobre uma cena envolvendo o personagem Lefou, o companheiro do vilão da história, Gaston: “É um momento bonito e original com um temática gay num filme da Disney. ” Se ele não diz que Lefou é homossexual, o diretor explica que  qualquer um qquer ser Gaston um dia, e que quer descobrir um sentimento assim, “ Ele está desorientado em seu desejo. Este é  uma pessoa que está agora percebendo que tem sentimentos “. 

O personagem é interpretado na tela por Josh Gad, a voz americano do boneco de neve no The Snow Queen, outro filme da Disney. Em sua conta no Twitter, o ator disse que ele estava “mais do que orgulhoso de ter feito esse papel, um marco na Disney”.

Quando o filme estreou em Los Angeles, uma das atrizes do filme, Audra McDonald, lembrou que “Disney sempre foi revolucionária.” 

“Os homossexuais sempre existiram, casais mistos sempre existiram. Tudo o que fazem é brilhar uma luz sobre eles. Finalmente, eles representam o mundo como ele é e eu acho que é a tanto espetacular quanto é necessário para a construção de um novo tempo.” 

Sarah Kate Ellis, presidente da GLAAD, uma  organização que de representação da comunidade LGBT (para “lésbicas, gays , bi e trans “) na mídia, saudou a iniciativa da Disney. 

“Este é um grande passo em frente. É incrivelmente importante para os jovens de hoje. Eles têm de estar representadas nos meios de comunicação que consomem. Cada vez mais, se os estúdios querem atrair um o público jovem, eles terão de incluir personagens LGBT em suas histórias. ” 

Este entusiasmo não é partilhado por todos os Estados Unidos. A revista Time relata que uma mensagem de Franklin Graham evangelista pedindo um boicote do filme foi compartilhado mais de 90.000 vezes no Facebook. “Eles estão tentando impor a perspectiva LGBT no coração e no espírito dos nossos filhos. Atenção, disse a mensagem. Disney tem o direito de fazer desenhos animados. É um país livre. Mas, como cristãos, nós também temos o direito de não apoiar a sua empresa. Espero que todos os cristãos vai dizer não para a Disney”.

Essa atitude preconceituosa e intolerante foi reproduzida aqui pelo , nada menos, Silas Malafaia, que está longe de ser um exemplo para a comunidade cristã, na verdade, totalmente desmoralizado por sua atuação em crimes de lesa pátria com enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro e atos de corrupção, hoje investigado pela Policia Federal.

No Alabama, um estado do Cinturão da Bíblia (literalmente “Cinturão da Bíblia”, uma área onde há um grande número de cristãos fundamentalistas e homofóbicos) no sul dos Estados Unidos, os proprietários de um drive-in anunciou que eles não vão exibir o filme. “Se não podemos ir ao cinema com a nossa neta de 11 anos e nosso filho pequeno de 8 anos de idade, então não temos nenhuma razão para assistir ele”, explicou chefe deste cinema ao ar livre no Facebook, mas a repercursão negativa foi tão grande que o post foi logo apagado. 

“Se eu posso assistir a um filme com Deus ou Jesus ao meu lado, então eu não tenho nenhuma razão para mostrá-lo. Não vamos comprometer com o que a Bíblia ensina” diz ele. O filme só sai 17 de março nos EUA, o que é improvável que o proprietário teve a oportunidade de ver A Bela ea Fera  até esse momento”.

A verdade é que o filme está sendo esperado por uma legião de fãns que esperam ansiosos para viverem o sonho de uma das mais belas fabulas dos contos de fadas. No fim todos sabem: Eles foram felizes para sempre, The End.

Dan Stevens será a Fera. Lançada em 1991, a versão animada de A Bela e a Fera faturou mais de US$ 375 milhões e recebeu uma rara indicação ao Oscar de Melhor Filme. O longa com atores e computação gráfica chegará aos cinemas no dia 16 de março.

 

Deputado federal faz ameaça a Fátima Bernardes ao vivo e motivo revolta o país

Mais uma vez a desnecessária bancada evangélica no congresso, que nada faz pelo país a não ser alimentar a corrupção (Eduardo Cunha) e disseminar o ódio e o preconceito em nome a religião. Isso só demonstra a ácida e explosiva mistura de politica e religião. Temos que ter uma posição dura contra esses charlatões e falsos profetas que se alimentam da ingenuidade de rebanhos conduzidos por lobos.

Victório Galli, deputado federal pelo #PSC e novo coordenador da bancada federal de Mato Grosso, decidiu deixar uma ameaça acerca do assunto que Fátima Bernardes iria abordar no programa “Encontro” desta sexta-feira (17). De acordo com o site Mato Grosso Mais, durante uma entrevista em uma emissora de rádio, o político do PSC falou abertamente sobre os seus ideais políticos e pessoais, garantindo que é completamente contra os relacionamentos homossexuais.

Sabendo que Fátima iria abordar os temas de crianças transgêneras e da igualdade no programa matinal da Globo, Galli ameaçou ao vivo: “Eu vou bater duro nisso”. Desde que mudou do jornalismo para o entretenimento, Fátima Bernardes nunca escondeu sua visão liberal e igualitária na sociedade brasileira, defendendo que, apesar das diferenças de cada um, todos devem ser respeitados e ter a liberdade para fazer as suas escolhas.

20160422-RM-Encontro_8_ppContudo, e em uma altura em que a política brasileira está vivendo um impasse, alguns políticos usam vários meios para mostrar seu descontentamento para com artistas e apresentadores com ideais de esquerda. Poucos dias depois da conservadora Rachel Sheherazade, apresentadora do SBT, ter insultado uma série de atores da Globo por defender políticas de esquerda, agora foi a vez do deputado federal Victório Galli mostrar seu descontentamento pela recente abordagem de Fátima Bernardes para assuntos que vão contra os seus valores.

Como garante o site Mato Grosso Mais, dois homens e duas mulheres não são casais, garantindo que “defende a família”. Galli garantiu que outros parlamentares, sobretudo da bancada evangélica, têm exatamente a mesma opinião do que ele.

Nas redes sociais, essa ameaça/aviso do político conservador acabou revoltando muitos brasileiros que, tal como aconteceu com Fátima Bernardes no programa Encontro, defendem abertamente o direito de todos os brasileiros puderem decidir quem amam ou não, não estando condicionados pela visão ultrapassada de certos políticos, que querem ganhar cada vez mais protagonismo. “Não tem nada de errado”, garantiu a ex-mulher de William Bonner na sua atração, falando sobre crianças que, desde muito cedo, acreditam ter nascido com o corpo errado.

#Rede Globo #Homofobia

Clipe de Val Donato emociona ao trazer homem trans como protagonista

O clipe da música Faca Amolada, da cantora Val Donato, trouxe um protagonista trans, o ator Julian Santos – um dos primeiros a estrelar um clipe no Brasil. Lançado no dia 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans, com exclusividade no NLUCON, ele promete trazer a discussão das identidades trans no país.

A obra, que faz parte da trilha sonora do longa paraibano Tudo Que Deus Criou, de André Costa, foi gravada no dia 17 de janeiro, em Campina Grande e traz imagens de um casal cis e trans, em preto e branco, em uma performance emocionante. Eles utilizam da dança para expressar os sentimentos dos personagens e rasgar as amarradas da transfobia.

Val afirma que teve vontade de falar sobre homens trans quando leu uma notícia no Facebook de um homem trans que havia transicionado. Não é mera consciência que o personagem era Julian, o protagonista do clipe. “Isso mexeu comigo. Encontrei ele pelo Face, mas não conseguia contato. Pedi o telefone e me passaram”.

A cantora também estreia como roteirista, diretora e está no seu quarto material videográfico oficial, desafio proposto pelo diretor de fotografia: Kennel Rógis. “Em seguida, ativei o diretor de fotografia, atriz Bárbara Santos, todo mundo abraçou o trabalho e todo mundo trabalhou orgulhoso. Eu estou aqui não me cabendo de ansiosa”. Vale ressaltar que toda a equipe envolvida é da Paraíba.
A ideia do clipe, de acordo com a artista, é refletir sobre a causa trans e fazer as pessoas questionarem seus preconceitos. “Se conseguirmos que uma pessoa no mundo repense a sua visão, o objetivo foi alcançado. E quis fazer isso de forma poética, artística, tocante, que explorasse o toque, o suor e a humanidade mesmo. Para que as pessoas se identifiquem como seres humanos”.

E qual é a relação da Val com a transgeneridade? “Eu me entendo como mulher, me vejo como mulher, mas existe muito forte dentro de mim o lado masculino também. Desde pequena fui masculina, só me sinto bem quando olho no espelho e estou masculina, mas ao mesmo tempo não tenho vontade de ser homem ou de ser vista como um. Me toca a causa, porque ‘bati na trave’, poderia ser um homem trans”.

O clipe de Val Donato foi lançado dia 29 de janeiro, às 19h  em João Pessoa em um show na sala Vladimir

CAMPANHA
Justamente com o clipe, será lançada a campanha ao público com a hashtag #liberteojulian, para arrecadar a verba necessária para Julian realizar sua tão sonhada mastectomia masculinizadora. A cirurgia vai deixá-lo mais confortável com o próprio corpo, melhorar sua autoestima e driblar problemas envolvendo transfobias.

Ficha Técnica:Roteiro e Direção – Val Donato
Direção de Fotografia – Kennel Rógis
Edição e Montagem – Kennel Rógis e Val Donato
Assistente de Fotografia – Wagner Pina
Direção Coreográfica – Liu Santos
Elenco: Julian Santos, Bárbara Santos e Val Donato
Maquiagem: Inêlda de Cristo
Produção Executiva: Fabíola Rodrigues
Assistente de Produção: Michelle Lira
Making of e Still: Wagner Pina
Técnica: Pablo Giorgio
Gravura Filmes
Por Neto Lucon