George Michael e a luta pelos direitos humanos

morre-george-michael-aos-53-anos-1482708110138_v2_1170x540Com mais de 100 milhões de discos vendidos, a artista inglês George Michael influenciou toda uma geração, e surpreendeu a todos ao revelar sua homossexualidade.

A década de 1980 foi marcada pelo conturbado embate entre a exposição e a opressão da sexualidade. Depois de uma manifestação crescente que vem dos anos 60, com o advento dos anticoncepcionais e do movimento hippie, que por um lado pacifista e por outro incendiando a sociedade com propostas como o amor livre e a quebra do tabu da virgindade.

Os barulhentos anos 70 já prenunciavam as manifestações gays, que tem como marco a rebelião do Bar Stone wall inn em Nova York, Junho de 1969, Talvez o primeiro manifesto Gay tenha sido a marcha de comemoração de um ano da rebelião em 1970.

George Michael, quebra barreiras, expõe uma sensualidade extrema e enfrenta o preconceito com coragem e a certeza de estar abrindo caminho para a aceitação de gays no mundo todo. Ao seu lado surgiu Boy George com a banda Culture Club. Estava lançada a palavra de ordem para a abertura oficial de armários pelo mundo todo.

A reação homofóbica foi imediata, mas atordoados com  as novas propostas sexuais, estavam ainda desorganizados, e só conseguiram se posicionarem na década seguinte, anos 90,e a base de muita violência e agressões físicas, sociais e psicológicas, que se embasavam  principalmente na religião.

George Michael surge assim com um dos  primeiros ídolos pop a se posicionar nesse sentido, vencendo a barreiras e promovendo o debate e a reflexão.

 Cada vez mais presente no nosso dia a dia, a homossexualidade vem cada vez mais ganhando uma visão de normalidade e respeito.

George Michael morreu dia de natal, com 53 anos de insuficiência cardíaca mas deixou um grande legado principalmente a nós gays e a todos que militam em favor dos direitos humanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>