A Bela e a Fera. O novo filme da Disney.

a-bela-e-a-fera

Se a notícia foi recebida com entusiasmo em Hollywood, um cinema ao ar livre no Alabama, assim como algumas salas aqui no Brasil,  anunciou que não iria projetar o filme.

Mas os críticos americanos que viram a nova versão da Bela e a Fera, produzido pela Disney, recomendam ” É imperdivel!”

Entrevistado pela revista britânica Attitude, o diretor americano Bill Condon, disse sobre uma cena envolvendo o personagem Lefou, o companheiro do vilão da história, Gaston: “É um momento bonito e original com um temática gay num filme da Disney. ” Se ele não diz que Lefou é homossexual, o diretor explica que  qualquer um qquer ser Gaston um dia, e que quer descobrir um sentimento assim, “ Ele está desorientado em seu desejo. Este é  uma pessoa que está agora percebendo que tem sentimentos “. 

O personagem é interpretado na tela por Josh Gad, a voz americano do boneco de neve no The Snow Queen, outro filme da Disney. Em sua conta no Twitter, o ator disse que ele estava “mais do que orgulhoso de ter feito esse papel, um marco na Disney”.

Quando o filme estreou em Los Angeles, uma das atrizes do filme, Audra McDonald, lembrou que “Disney sempre foi revolucionária.” 

“Os homossexuais sempre existiram, casais mistos sempre existiram. Tudo o que fazem é brilhar uma luz sobre eles. Finalmente, eles representam o mundo como ele é e eu acho que é a tanto espetacular quanto é necessário para a construção de um novo tempo.” 

Sarah Kate Ellis, presidente da GLAAD, uma  organização que de representação da comunidade LGBT (para “lésbicas, gays , bi e trans “) na mídia, saudou a iniciativa da Disney. 

“Este é um grande passo em frente. É incrivelmente importante para os jovens de hoje. Eles têm de estar representadas nos meios de comunicação que consomem. Cada vez mais, se os estúdios querem atrair um o público jovem, eles terão de incluir personagens LGBT em suas histórias. ” 

Este entusiasmo não é partilhado por todos os Estados Unidos. A revista Time relata que uma mensagem de Franklin Graham evangelista pedindo um boicote do filme foi compartilhado mais de 90.000 vezes no Facebook. “Eles estão tentando impor a perspectiva LGBT no coração e no espírito dos nossos filhos. Atenção, disse a mensagem. Disney tem o direito de fazer desenhos animados. É um país livre. Mas, como cristãos, nós também temos o direito de não apoiar a sua empresa. Espero que todos os cristãos vai dizer não para a Disney”.

Essa atitude preconceituosa e intolerante foi reproduzida aqui pelo , nada menos, Silas Malafaia, que está longe de ser um exemplo para a comunidade cristã, na verdade, totalmente desmoralizado por sua atuação em crimes de lesa pátria com enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro e atos de corrupção, hoje investigado pela Policia Federal.

No Alabama, um estado do Cinturão da Bíblia (literalmente “Cinturão da Bíblia”, uma área onde há um grande número de cristãos fundamentalistas e homofóbicos) no sul dos Estados Unidos, os proprietários de um drive-in anunciou que eles não vão exibir o filme. “Se não podemos ir ao cinema com a nossa neta de 11 anos e nosso filho pequeno de 8 anos de idade, então não temos nenhuma razão para assistir ele”, explicou chefe deste cinema ao ar livre no Facebook, mas a repercursão negativa foi tão grande que o post foi logo apagado. 

“Se eu posso assistir a um filme com Deus ou Jesus ao meu lado, então eu não tenho nenhuma razão para mostrá-lo. Não vamos comprometer com o que a Bíblia ensina” diz ele. O filme só sai 17 de março nos EUA, o que é improvável que o proprietário teve a oportunidade de ver A Bela ea Fera  até esse momento”.

A verdade é que o filme está sendo esperado por uma legião de fãns que esperam ansiosos para viverem o sonho de uma das mais belas fabulas dos contos de fadas. No fim todos sabem: Eles foram felizes para sempre, The End.

Dan Stevens será a Fera. Lançada em 1991, a versão animada de A Bela e a Fera faturou mais de US$ 375 milhões e recebeu uma rara indicação ao Oscar de Melhor Filme. O longa com atores e computação gráfica chegará aos cinemas no dia 16 de março.

 

Um pensamento sobre “A Bela e a Fera. O novo filme da Disney.

  • 7 de março de 2017 em 20:49
    Permalink

    A mio parere un argomento molto interessante. Vi suggerisco di discutere di questo qui o in PM.
    [url=https://twitter.com/afanasevavivia1]isabelleka[/url]

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>