'O mais importante é não reeleger os atuais senadores'

Célia Tavares, candidata ao Senado, fala da disputa e da tentativa de isolamento do PT 

Professora, militante e ex-secretária de Educação de Cariacica nos dois mandatos de Helder Salomão, Célia Tavares é o nome do PT na disputa ao Senado deste ano. Com a candidatura definida já no prazo dos registros estabelecido pela Justiça Eleitoral, após consolidado o isolamento do partido na disputa, ela se apresenta como a opção ao eleitorado para mudar a atual bancada, que tem Magno Malta (PR) e Ricardo Ferraço (PSDB) na corrida pela reeleição. Dois nomes que apoiaram o golpe e retiraram direitos dos trabalhadores, como ela critica.

4 Comentários
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Matérias Relacionadas

Cabo de guerra

Campanha do PSL tenta resistir ao #elenão: por aqui, carreata e ato de “mulheres com Bolsonaro”

À espera do novo

A campanha mostra que a renovação na política ainda demora a chegar no Estado e também no País

Lauriete fica entre as primeiras do País no repasse do Fundo Partidário

Candidata à Câmara Federal, a cantora gospel recebeu repasses que totalizam R$ 2,3 milhões

Voo livre

Quem diria que a dupla Magno Malta-Ricardo Ferraço poderia correr riscos na disputa ao Senado