Filme capixaba participa do Festival de Rotterdam

Na coluna: Boogarins em Vitória, residência artística em Conceição da Barra, cultura popular no fim de ano

O curta-metragem Inabitáveis, dirigido pelo cineasta capixaba Anderson Bardot, foi selecionado para participar do 49° Festival Internacional de Cinema de Rotterdam, na Holanda, considerado um dos cinco maiores festivais de cinema da Europa. Concorre na categoria Voices Short Award, sendo exibido para o público do evento nos dias 25 e 26 de janeiro de 2020. O filme ainda não estreou no Brasil. Foto: Facebook

Dança na tela

A obra de Bardot aborda temas como homoafetividade e negritude por meio da dança e da história do Espírito Santo, tendo sido filmado em diversas locações familiares aos capixabas. "Inabitáveis é um filme que fala sobre a celebração da diversidade e da liberdade do corpo”, disse o jovem diretor, formado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Estado (Ufes). No final do ano passado, o Século Diário registrou um pouco sobre o filme no momento de gravação. Confira.

Captando investimentos

Aproveitando a visibilidade da obra e sua ida para o badalado evento na Holanda, Anderson Bardot vai buscar também parceiros e investidores internacionais para a realização de seu primeiro longa-metragem, O Sagrado Coração de Valquíria, que foi aprovado em edital da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) este ano.

Uma década de exposições no Palácio Anchieta

Neste 2019, o Espaço Cultural do Palácio Anchieta, sede do governo do Espírito Santo, completou 10 anos de existência, tendo realizado 27 exposições nacionais e internacionais sobre arte e ciência. Durante uma década, o local recebeu mais de 900 mil visitantes, segundo informação do governo do Estado.

Portas fechadas no Sesc Glória

Mantendo a tradição desde sua inauguração, o Centro Cultural Sesc Glória anunciou que vai fechar as portas de 17 de dezembro até quatro de fevereiro de 2020. Alega que o edifício histórico passará por manutenção no período citado. Mas como se sabe, é uma política de recesso coletivo que deixa o espaço sem atividades justamente no período das férias escolas e de muitos profissionais, quando se tem mais tempo para desfrutar de eventos culturais. 

Boogarins em Vitória

A banda goiana de rock psicodélico Boogarins vai tocar pela primeira vez no Espírito Santo. O show está agendado para 26 de janeiro de 2020, a partir das 15h, na Fluente, localizada em Vitória. O evento contará também com apresentação do grupo My Magical Glowing Lens, comandado pela produtora e multi-instrumentista capixaba Gabriela Terra.

Street Art na Casa da Barra

Espaço cultural provisório em Conceição da Barra, a Casa da Barra iniciou atividades entre os dias 20 e 23 de dezembro, com a realização de uma residência artística em Street Art com alguns dos mais destacados grafiteiros do Estado. O anfitrião Thiago Balbino (foto) recebe Kika Carvalho, Luhan Gaba e Starley. As novidades que virão podem ser acompanhadas pelo Instagram da casa. 

Pronto para as festas?

O final de ano é época de muitas festividades da cultura popular capixaba. Para destacar algumas, haverá a Fincada do Mastro de São Benedito na Barra do Jucu, em Vila Velha, nos dias 28 de dezembro, às 16h, com participação das bandas de congo locais Mestre Honório e Raízes da Barra e a banda convidada Amores da Lua, e no dia 29, 15h, com as bandas Tambor de Jacarenema e Mestre Alcides. Em Serra Sede a programação vai de 24 a 27 de dezembro. O Ticumbi também se manifesta em Conceição da Barra, entre os dias 30 de dezembro e 1 de janeiro.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Burarama, a queridinha do cinema capixaba

Com casas históricas e belas paisagens, distrito de Cachoeiro virou cenário de filmes e sede de festival

Fabio Pinel mostra seu dom de cantar

Sambista da nova geração do Espírito Santo lança seu primeiro álbum de obras autorais

Poetisa popular ganha homenagem nos muros da Serra

Na coluna: hinos do carnaval, novo ateliê no Centro, livros censurados em exposição, Carnaval de Congo

Reciclafolia já aproveitou mais de 50 toneladas de fantasias no carnaval

Projeto surgiu de moradores do entorno do Sambão do Povo preocupados com descarte incorreto pós-desfiles