A batalha

Seria bom se os profissionais de rádio tivessem uma verve mais crítica e participativa

Quando vim para Capital foi para trabalhar na Rádio Vitória. Havia também uma condição: de estudar e me formar. E assim foi feito. Me formei em Administração de Empresas na Ufes. Estudei com uma turma maravilhosa. Na época não existia o curso de comunicação, embora eu tenha ganhado uma bolsa para fazer mestrado e Brasília, mas recusei por uma série de motivos.
 
Hoje bate uma frustração escondida de não ter ido. Talvez o destino devesse ser outro, não sei. Fiquei e me aprimorei no rádio, o que já vinha fazendo desde Cachoeiro de Itapemirim na escola que era a ZYL-9. Embora não me arrependa de todo, me aposentei e continuo trabalhando no rádio, com ramificações pela televisão e escrevendo artigos para sites e revistas.
 
Mas sempre há as coisas ruins e uma dessas coisas é a mentalidade de muitos “colegas” que não desatou, continua fraca. Pensei que as turmas, formadas em comunicação, especialmente em rádio, fossem mudar esse quadro, mas está demorando. Continuamos a lidar com algumas figuras que se perderam no tempo e no espaço, infelizmente.
 
Isso para mim é frustrante, pois queria que esta profissão fosse mais política, mais participativa, mais decisiva, pois é ela que fala e mostra tudo que um cidadão precisa saber. Às vezes travo uma luta interna por causa disso e acho que não deveria se importar pelo fato, mas me importo.
 
 
PARABÓLICAS
 
O velho guerreiro do rádio Alcenir Coutinho continua em forma e no ar na Difusora Colatina, que sempre foi sua casa.
 
Quem viaja pela região serrana do Estado pode ouvir a FM Pomerana, de Santa Maria de Jetibá, na frequência de 98,5 Mhz
 
Jorge Felix é um dos poucos profissionais da TV capixaba que mantém a simplicidade e a educação com todos. Bom profissional
 
Heckel “maneiro”, o nosso Papai Noel, continua firme comandado o aloprado programa TMP na Cidade
 
MENSAGEM FINAL
O amor é o triunfo da imaginação sobre a inteligência. Henry Louis Mencken
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.