Araceli nunca mais

Vereadores de Vitória demonstram, mais uma vez, subserviência ao prefeito Luciano Rezende

O plebiscito para que a população opine se deve ou não mudar o nome da avenida Dante Michelini, em Camburi, para Araceli Cabrera Crespo, a menina de 8 anos seviciada, drogada e assassinada há 45 anos em Vitória, foi por água abaixo. 
 
Ao acatar o veto do prefeito Luciano Rezende (PPS) ao projeto do vereador Roberto Martins (PTB), da oposição, o posicionamento da Câmara Municipal demonstra subserviência incompatível com  o nível de independência que deveria caracterizar  a relação entre os poderes.
 
Mais do que isso: impedir o plebiscito é uma demonstração de que, para o prefeito e os vereadores, ações que não capitalizam ganhos eleitorais não merecem ser levados à frente. Ou melhor: como o projeto era de um vereador da oposição, tinha que ser vetado. 
 
De outra forma, como aceitar que, há apenas oito meses, o prefeito que promoveu uma festa cívico-eleitoral para inaugurar um painel no viaduto de Camburi em homenagem à menina assassinada, no dia 18 de junho, impeça que a população opine sobre a mudança ou não do nome da avenida?
 
Na festa, em meio a discursos de Luciano Rezende, secretários com os olhares voltados para a campanha eleitoral prestes a se iniciar, lembraram o brutal assassinato e direitos humanos foram exaltados com choro e revolta. 
 
Finda a festa, tudo volta ao normal e a homenagem perene e merecida, com o nome da menina na avenida em que ela foi morta, é vetada por aqueles que promoveram a festança eleitoreira. 
 
Ficaram os dividendos políticos, coroando de pleno êxito a ação marqueteira. Só isso. Afinal de contas, sob a ótica da má política, esse é o objetivo principal. 
 
Nesse quadro, espera-se que a população observe atentamente movimentos desse tipo, a fim de que nas eleições de outubro próximo saibam escolher melhor os seus representantes em todos os níveis da administração pública. 
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.