Atentem

O velho rádio, sempre ele, será uma das armas dos candidatos nas eleições de 2014

“A influência que as emissoras de rádio do interior do Brasil possuem e a penetração delas nos rincões do país são outras ferramentas que serão utilizadas pela equipe de pré-campanha do senador Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República” - DO TWITTER
 
Essa é umas das estratégias de campanha do senador mineiro. Ele vai usar a força da lei, com as propagandas partidárias obrigatórias e investir nas rádios, principalmente as emissoras que atingem o interior, os rincões distantes.
 
Sabe-se que o governo distribui rádios comunitárias a torto e a direto, justamente favorecendo este tipo de população. O esquema do Aécio não é ruim, é para combater a candidata do governo. E utilizam o rádio para tal.
 
O motivo desta citação deste artigo é para, mais uma vez, provar a força e a utilidade do veículo rádio, perante os outros, inclusive a Internet. Nenhum tem o poder de chegar nesses "cantinhos" do Brasil.  O rádio tem. Dizem que a TV com seus debates faz candidato ganhar uma eleição. Nada! O rádio tem seu papel de suma importância no contexto, claro.
 
Mas nada disso terá o valor devido, se os que fazem rádio continuarem fazendo o radio mal feito (FMs), e o governo claudicando no tocante a implantar o sistema digital no veículo.
 
Todo país com as dimensões do Brasil possui um sistema de linha de rádio que é tido como de segurança nacional. O nosso não sei como está.
 
PARABÓLICAS
 
O rádio continua cada dia mais órfão. Agora foi a vez de deixar o rádio Hugo Borges, grande radialista.
 
Eliana Gorritti tem a nota máxima na apresentação de um dos jornais da TV Gazeta. Uma boa pedida.
 
Leozinho Gonçalves é um dos responsáveis diretos do áudio dos jornais da Record News ES.
 
O “pole position” Wilson Caulit, o cariaciquense, está fazendo falta ao jornalismo esportivo capixaba. Volta Caulit!
 
MENSAGEM FINAL
 
Nenhuma decisão sensata pode ser tomada sem que se leve em conta o mundo não apenas como ele é, mas como ele virá a ser. Isaac Asimov
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.