Experiência

Por onde passei, sempre procurava mirar alguém mais experiente

 

 
 
Paulo Hartung prefaciou seu livro com os seguintes dizeres, que acho de suma importância em qualquer organização: “A arte de liderar é também a estratégia de cercar-se de colaboradores que saibam mais de sua área de especialização do que o líder”.
 
Baseado nessa premissa, quando fomos incumbidos de montar a FM Tribuna, nos anos 80, a primeira coisa que fizemos foi cercar-nos de três pessoas muito mais velhas e experientes nas áreas vitais da empresa.
 
Portanto, a administração, o jornalismo e o comercial eram geridos por pessoas que tinham bagagem para isso. Não me importava em tê-los à minha frente. Achava que, inclusive, eram pára-raios.
 
Por onde passei em missão de comando ou de orientador, sempre procurava mirar alguém mais experiente para poder extrair algo. A gente sempre consegue. A maioria procurar eliminar pessoas assim. É o medo de perder a posição ou o emprego.
 
O curso de administração de empresas na Ufes me serviu muito. Tinha bons professores e esses tinham como guru mestres como Peter Drucker e isso teve influência. Podem reparar, quando existe uma administração onde o líder parece mais um amigo do que um chefe, o negócio flui.
 
Já imaginou você no comando, deparando com um problema de difícil solução e um dos assessores chega e o resolve? É um alívio. Para que isso aconteça, uma série de detalhes têm de ocorrer sem mesmo que haja motivo para isso, como um elogio surpresa, um reconhecimento quando menos se espera, um bilhete escrito à mão agradecendo aquele esforço extra reconhecido, essas coisas.
 
Fiz muito disso e sou feliz pelo reconhecimento de muitos, outros nem tanto. O que vale num trabalho é a liderança que você exerce sem mesmo você comandar nada.
 
PARABÓLICAS
 
Lucas Moreno continua de vento em popa com seu programa na TV Capixaba. Ele com sua esposa Letícia
 
Waguinho Ito é o rádio nessa campanha para prefeito. Ah! Não vote em vereadores que querem se reeleger. Dê chance ao novo
 
O rádio tem suas ingratidões. Jairo Maia deveria ter uma despedida condigna do que ele representou para todos nós.
 
MENSAGEM FINAL
 
Não vale a pena pensar na beleza; o importante é sua mente. Não se quer um penteado de dólares numa cabeça de 50 centavos. Garrison Keillor
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.