Final da AM

Transferência das rádios AM para o FM é medida paliativa

Na última quinta feira (7), supostamente o outro Dia do Radialista, coisa inventada pelo incapacitado Lula em seu governo, segundo ele para homenagear Ary Barroso, à revelia dos sindicatos da classe, a presidenta Dilma assinou o decreto que permitindo a migração das rádios para o FM.
 
Essa decisão, não o ato da assinatura, mas a migração, nada mais é do que uma medida “paliativa” deste governo, incapaz de resolver apressadamente esse processo de digitalização das AM’s sem ter escolhido o real sistema a ser implantado, ou o europeu, asiático ou americano.
 
Ficou fácil colocarem todas as AM’s, cerca de 1.800 na faixa do FM “desmilitarizada”, vamos assim chamar. Essa faixa era antes ocupada por canais de TV, que saíram devido à digitalização da TV. Ela vai de 76MHz a 88 MHz, segundo engenheiros, cabem muitas AM’s aí.
 
O que corre por ai, pelos leigos, é que o AM estava perdendo audiência por causa das indesejáveis interferências, os chiados. Concordo em parte. O motivo não só este, é que o AM precisa de melhora técnica, dado o avanço da tecnologia, e um certo aprimoramento de seu efetivo profissional.
 
Com esta mudança, autorizada pela pessoa errada, no dia errado, Dia do Radialista, por incrível que pareça, pode melhorar o nível do rádio, pois haverá investimentos obrigatórios dos proprietários (ou responsáveis pela exploração já que o canal é um bem de soberania pátria), investimento esses que também irão passar pelo pessoal que faz rádio.
 
Ah! O Dia do Rádio continua a ser 25 de setembro.
 
PARABÓLICAS
 
Moyses Santos está afastado do rádio, mas ainda continua o mesmo bom locutor de sempre.
 
A FM Super, do Kazinho, é a emissora sempre lembrada e procurada por igrejas evangélicas, atrás de horário para arrendar.
 
Quem fez aniversario dias atrás foi Victor Lima, braço direito de Fernandinha Queiroz na CBN
 
Noticias dão conta que Rogerinho Borges foi galgado a um posto elevado do governo federal, na UFES
 
MENSAGEM FINAL
 
Esqueça os tempos de aflição, mas nunca esqueça o que eles lhe ensinaram. Herbert Gasser
 
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.