História de valor

Se as rádios guardassem (quase) tudo que é produzido, teríamos um arquivo mais rico que o da TV

Acho um defeito o rádio não ter seu arquivo sonoros. Não sei se porque é um veículo centenário e deixou isso pra lá, se preocupando apenas com sua trajetória majestosa de carisma ou por não ter a consciência que o registro é uma fonte inesgotável de riqueza no tempo.
 
O fato é que as rádios às quais trabalhei pouquíssimas guardaram, ou melhor, guardavam ou ainda guardam alguma coisa. Sei também que é difícil ao radialista gravar e guardar um determinado conteúdo, talvez até culpa do imediatismo ou da pressa. Radialista sempre tem pressa.
 
Na realidade, você ter registrado grandes nomes que trabalharam na sua rádio, ter guardado trechos de determinados programas, seja de esporte, social ou policial, ter arquivado falas importantes de alguns políticos, captadas em reportagens ou até mesmo em entrevistas de estúdios. O fato é que tudo deveria ser guardado.
 
Talvez agora, com o advento da internet, e dos computadores com memórias exacerbadas, as emissoras passem a guarda coisas importantes de sua programação. Imaginem vocês se isso tivesse acontecido desde início? Teríamos um acervo muito mais importante que o da televisão, no tocante à documentação.
 
Faço um alerta para esse pormenor: o dever de arquivar determinados conteúdos, não todos, pois há muita porcaria sendo feita, sendo tocada, sendo falada no rádio, mas as que poderiam representar alguma forma de pesquisa, de utilidade acadêmica e até mesmo para repassar nos programas atuais. Isso é riqueza. Isso é saber fazer rádio.
 
PARABÓLICAS
 
Alcimar Lopes hoje atua como assessor parlamentar, mas se diz com muita saudade do rádio. Disse que um dia volta, pois as saudades são muitas.
 
Dia destes vi um comercial com a voz de Torino Marques na TV Gazeta, provando que bom locutor fala em qualquer lugar.
 
Michel Barth e Ronaldinho Rangel são os responsáveis por quase todas emissoras SimSat das regiões norte e noroeste
 
E os partidos políticos continuam a insistir em entregar erradamente seus materiais nas emissoras
 
MENSAGEM FINAL
 
A diferença entre a palavra certa e a palavra quase certa é a mesma diferença entre um relâmpago e um vaga-lume. Mark Twain
 
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.