Meio século de rádio

Livro reúne casos, episódios, personagens e fatos desde 1964

Estou escrevendo, em estado bem adiantado, um livro sobre os meus 50 anos de rádio. O título, sem modéstia, é: Eu Sou Uma Longa História. Nele venho recordando casos, episódios, nomes e fatos que aconteceram desde 1964.
 
Engraçado que à medida que vamos mexendo na memória, as lembranças vêm à tona naturalmente. Desde ZYL-9, de grandes nomes e excelentes profissionais, passando pela primeira emissora que coloquei os pés na Capital, a rádio Vitória, na época ainda Diários Associados.
 
Renascem memórias escritas da Rádio Capixaba, de Jairo Maia, e depois de Hugo Borges, sem falar do comércio de disco da lojinha da Helal, e depois pela Escelsa. Um período de muitas histórias, envolvendo muitos personagens.
 
A fase da Tribuna, das ideias do industrial João Santos sobre comunicação, a passagem pela Rádio ES, quando Camata assumiu o governo, a ida para Cachoeiro para ajudar Idalecinho Carone por uns seis meses, a volta para TVE.
 
Lembrando também fases da montagem da Tribuna FM, da Tropical FM, a passagem pela Tribuna AM e a criação do Breganejo até a estréia na Gazeta AM.
 
Memórias de casos da ida para os Estados Unidos a volta para a Gazeta, desta feita com as rádios de Paulo Gava, o testa da Tropical em Antário Filho, a ida para São Mateus montar a Jovem Pan AM E FM para Rui Baromeu.
 
A experiência de trabalhar em uma rádio católica como a America, ganhar um prêmio da CNBB ali até servir a Rede Sim pelos últimos 11 anos. É muita história, muita gente envolvida. Vale a pena registrar tudo isso em um livro.
 
PARABÓLICAS
 
Neko Ferreira continua firme e dando show no seu horário na LíderFM . Ele sabe segurar uma audiência.
 
Paco DJ diz que sentiu uma das maiores emoções da carreira ao ser DJ de rádio quando fez férias na Cidade FM
 
Fernandinha Queiroz faz fé nos destinos profissionais do seu pupilo na CBN, Fábio Botacin.
 
Galvão Bueno sempre ensaia em se aposentar. Mas uma coisa é certíssima, essa é a última olimpíada dele.
 
MENSAGEM FINAL
 
Quando estou em uma situação difícil, peço a Deus que me ajude. Porém é meu dever servir ao Senhor, e não Seu dever servir a mim. Tão logo me lembro disso, minha tarefa fica mais leve. Leon Nikolaievitch Tolstoi
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.