Obrigado a ouvir

Vez ou outra se ouve essas coisas erradas ou viciosas que falam por aí, sem a menor cerimônia

Vez ou outra se ouve essas coisas erradas ou viciosas que falam por aí, sem a menor cerimônia, ou até mesmo sem pensar antes. Bem, até por falta de estudo mesmo.

“Ele carregava várias cópias xerox”. Ora, cópias já são várias! “Ela era uma pessoa extremamente boa. O que é ser extrema?  Ou pra lá de extrema:  extremamente? E tem mais, como, “acertou mesmo? Com certeza”! Por que as pessoas não respondem claro ou sim!? Afinal, essas duas palavras são a mesma coisa de “com certeza”. Mas com certeza elas não atinam para isso, tem preguiça vocal.

Essa expressão viciosa é usada exageradamente nas empresas. “a nível de...” será o que venha a ser dito, tem um determinado de nível, que subiu ou desceu, de acordo com o assunto exposto?  É difícil até. 

O pior de todos é o vício ensinado para as equipes de telemarketing. É um tal de gente dizendo: “vou estar verificando, vai estar te atendendo, vai estar recebendo”, etc, etc. São em grande escala, secretárias que tiveram o famoso curso onde o Inglês foi traduzido ao pé da letra e que resultou nessas coisas horríveis. Para que usar o futuro do presente assim?

Ah! E tem os vícios sazonais e que a imprensa pratica. Por exemplo, na Semana Santa lemos algum jornal fazendo reportagens sobre os “preços salgados da torta capixaba” se referindo ao caro, expensivo. Como também no verão é comum textos ou chamadas de matéria tipo: “Dia bonito proporcionando lazer e descontração neste verão”. Do lado, matéria sobre a violência descomunal do dia a dia, nada de descontração. 

Mas eu também já ia cometendo um acinte, quando, sem querer, usei o termo expensivo, acima. Expensivo para mim soa como caro, aviltante. Mas é um termo usado fora do Brasil, usado nos Estados Unidos. Não cabe usá-lo aqui. Mas ia passar e quase ninguém perceber. É assim que nascem as bobagens de nossa língua. 

PARABÓLICAS

Finalmente marcamos data para prestar depoimento no banco de dados com o pessoal do rádio, com Luizão e Fabio Pirajá.

Tem gente que ficará de cabelo em pé. A Massa FM chegará para a Grande Vitória.

O veterano Adilson Paixão tem agora sua própria emissora. É uma comunitária em Vila velha.

A Rádio América se preparando para sua grande cobertura anual da Festa da Penha, desde Oitavário.

ACESSE. 
http://jrm50anos.blogspot.com.br/

MENSAGEM FINAL
Eu escuto e esqueço. Eu vejo e me lembro. Eu faço e entendo. Confúcio (Kung-Fu-Tse)

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.