Saudade do Senna

Quem não se arrepia até hoje ao ouvir o hino da vitória, trilha sonora inesquecível das manhãs dominicais?

Considerado um dos maiores corredores da F-1, Ayrton Senna deixou vários exemplos ao povo brasileiro e de outros países, já que se tornou ídolo pelo seu arrojo, determinação, perseverança, coragem e fé naquilo que fazia.
 
De todos os pilotos nacionais que passaram pela categoria mais badalada do automobilismo, Senna e Piquet são considerados gênios da pista, embora entre os dois haja uma diferença enorme de comportamento. Piquet gostava mais de ficar entre os construtores e mecânicos.
 
Mas era na comunicação que havia algum destaque favorável ao franzino Senna. Uma empatia nata com o povo, um jeito simples de ser, apesar de fama mundo afora. Senna sempre que podia evocava Deus, falava de religião. Talvez pedindo proteção.
 
Tamanha era sua coragem no grid de largada, onde saía na frente quase sempre, não se amedrontando com a primeira curva, essa que sempre tem em todas as pistas. Uma característica marcante. Poucos pilotos tinham essa coragem de pisar fundo numa largada, seja onde estivessem no grid.
 
Senna foi embora, mas deixou para sempre na lembrança as cores vermelha e branca que estampavam o seu Maclaren-Honda. Quem não tem saudades das manhãs gostosas de domingo, da trilha sonora do "hino da vitória", embora seja uma invenção da Globo e uma ojeriza popular contra o locutor Galvão Bueno, mas acima de tudo, deixou exemplo de pessoa do bem.
 
Hoje falam muito dos pilotos alemães. Do aposentado Schumacher e do garoto Sebastian Vettel como gênios, perfeitos, etc, mas eles nunca irão chegar aos pés de Ayrton Senna. Exemplo. Schummi, apesar de ser hexacampeão de F1, está praticamente esquecido. Senna continua sendo cultuado, lembrado em todo mundo, principalmente aqui.
 
E foi no kart onde tudo começou para todos, inclusive para Ayrton Senna, que uma vez, no meio de uma prova de kart, lá no inicio, parou de repente, saiu do kart e disse para um assistente de pista que chegava, “não quebrei, eu quis parar, quero ir para F1, quero ganhar o mundo” . Foi e ganhou.
 
PARABÓLICAS
 
Renatinho Santos, ex operador de áudio da Gazeta AM, é hoje um empresário do ramo “surfwear” Já tem duas lojas no estado.
 
Ferreira Neto comanda o Show De Esportes ás segundas feiras na TVE, fora o que faz diariamente na TV Band á tarde.
 
Olegário Gonçalves, com sua larga experiência em programa sertanejo seria uma boa pedida para a FM Super do Kazinho.
E a TV Assembleia cobriu a manifestação dos estudantes na ocupação? Um trabalho jornalístico de primeira!
 
MENSAGEM FINAL
Ninguém está mais sujeito a cometer mais erros do que aquele que age baseado apenas no seu pensamento. Marques de Vauvenargues
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.