Sugestão Netflix: O Lugar onde Tudo Termina

Quem quiser tomar para si a aventura de 2h20, prepare-se para uma trama dramática

Drama estadunidense com Ryan Gosling e Eva Mendez no elenco, na trama Gosling interpreta o motoqueiro Luke, um artista de circo irresponsável e vagabundo que carrega os trejeitos de Stallone do filme Rocky Balboa. Luke tem problemas com a ex-namorada, que o considera inepto para cuidar da família, por isso, Romina (Eva Mendez) prefere se manter à distância. 

Indignado com a vida, Luke larga o emprego como motoqueiro no globo da morte para procurar coisa melhor em outro lugar. Não demora muito para que alguém descubra seu talento para dirigir. Um sujeito chamado Robin (Ben Mendelsohn) convida-o para uma missão em parceria e o resultado final fica dividido entre os dois, gerando muito mais renda para ambos, só que, infelizmente, dessa vez os meios são desonestos. 

Robin sugere que Luke roube dois bancos locais. No começo ele nega, mas cede à pressão do parceiro, principalmente por querer ajudar o filho recém-nascido. Os primeiros assaltos dão certo, Robin se dá por satisfeito e abandona a empreitada com o dinheiro já arrecadado. Luke, no entanto, prefere continuar sem ajuda e, passando por uma crise de consciência, entra numa espiral de violência que mais cedo ou mais tarde viria a dar errado.

Depois de uma fuga fracassada do último roubo, Luke invade uma casa e um policial dá-lhe um tiro de supetão enquanto tentava ligar para a ex-namorada. Ele cai do segundo andar e morre na hora. O policial Avery fica com remorso por ter prestado falso testemunho ao legista, negou ter atirado sem avisar, e ainda deixou órfão o filho Jason de um ano. 

Algum tempo depois e ainda traumatizado com o ocorrido Avery recebe uma honraria da corporação por seu heroísmo. Apesar de ser o centro das atenções, Avery se decepciona com os colegas de trabalho corruptos e participa a contragosto das maracutaias dos desonestos até atingir seu nível de ebulição. Ele resolve então, denunciá-los ao superior hierárquico.

Depois dessa cena o filme retorna, quinze anos no futuro. Avery agora é político e tem problemas com o filho rebelde AJ. Os minutos finais desaguam em um enredo de novela mexicana e a quem quiser tomar para si a aventura de 2h20 prepare-se para uma trama dramática ao ponto de condenar ao fracasso os filhos dos personagens e os filhos dos filhos e os netos por todas as gerações. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.