Sugestão Netflix: Stree

O filme é um bom ponto de partida para começar a assistir produções indianas fora do circuito independente

Normalmente, tenho receio de recomendar filmes indianos, especialmente as produções de Bollywood, devido, entre outras coisas, ao fato de que quase todos são musicais, e também ao choque cultural. O público brasileiro ainda não se acostumou com as produções desse país, apesar de sentir-se confortável assistindo filmes japoneses e coreanos, por isso, recomendo aos que tiverem vontade de ingressar numa viagem pelo cinema da Índia a fazer antes uma imersão nas produções independentes mais afeitas ao gosto ocidental, como Radiopetti

Stree parece um pouco os filmes americanos baseados em lendas urbanas. Assim como as produções gringas com jovens incautos, possessões demoníacas e misses assassinadas durante as férias de verão, este filme também é baseado em fatos reais. A história passa-se numa pequena cidade cheia de moradores supersticiosos, onde, com exceção dos mais jovens, todos acreditam na assombração da “moça”, uma jovem que seduz os homens solitários durante quatro dias até deixar a cidade quando o bruxedo finalmente acaba. 

Para se proteger, os moradores escrevem na portada de suas casas a frase: “Moça, venha amanhã”, enganando-a dia após dia até o fim do feitiço. No entanto, alguns jovens céticos resolvem festejar, contrariando os avisos dos anciãos, exatamente numa casa que por azar um vândalo rabiscou a palavra amanhã. 

No auge da festa irrompe um apagão, a moça invade a casa e sequestra um dos jovens, deixando somente suas roupas. As suspeitas caem principalmente sob a nova namorada do alfaiate Vicky, que surgiu de maneira misteriosa, e por seus pedidos estranhos que nada têm de românticos, Janna e Bittu, os melhores amigos do alfaiate, ficam preocupados e partem em sua procura. 

O sumiço de mais um jovem chama a atenção de um especialista, autointitulado sabe tudo, sabedor inclusive da arte de combater assombrações. Vicky termina por se convencer a procurar ajuda, após ser alertado várias vezes pelos amigos da índole estranha de sua namorada. Ele e Janna pedem ao auxílio ao especialista, que descobre o local onde a moça se esconde na sua imensa biblioteca. 

A lura da assombração fica nas ruínas ao redor da cidade, a insistência dos três funciona, e a moça libera um dos jovens, mas, o que antes parecia um ato heroico, era na verdade uma armadilha, ela usa o jovem como títere para sequestrar mais homens, levando os moradores ao desespero. Os curandeiros ainda tentaram atar o rapaz à cama mas era tarde demais, no quarto e último dia, vinte homens haviam desaparecido da noite para o dia. 

Vicky e seus amigos se reúnem com o especialista para decidir como vão combater a assombração. Após exame de todas as alternativas, o grupo termina concluindo que ele mesmo, Vicky, é o escolhido para quebrar a maldição. 

Dentre os filmes Bollywoodianos que eu assisti, este é o que tem menos dancinhas e musiquinhas, um bom ponto de partida para quem quiser começar a assistir filmes indianos fora do circuito independente. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.