‘Trash News’

Enquanto se preocupam com fake news, a internet produz lixos e mais lixos

O lunático presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desdenhando os profissionais de imprensa que cobrem a Casa Branca e andam fuçando seu passado incauto, além da tramoia que arrumou se elegendo presidente, criou um termo que virou moda, a Fake News.

Tudo que os jornais publicam contra ele, ele revida dizendo que é noticia falsa. Conseguiu a antipatia de jornais seculares americanos. Embora use as redes sociais (muita gente importante usa), Trump esqueceu a internet como um todo. 

Hoje na internet tem muito lixo. São blogs e sites. Qualquer um se acha no direito de criar um site, um blog, com qualquer tema. Muitos querendo entrar no segmento da informação, icomodando os jornais tradicionais que tentam migrar de vez para a web. Há de ter responsabilidade e contéudo. Eles não conseguem projeção e, com isso, “flutuam” na cybernética virando lixo.

Enquanto se preocupam com fake news, a internet produz lixos e mais lixos. Não se esqueçam dos fenômenos dos microblogs, atualizados por mensagens de celular. São publicados posts do tipo fake news à vontade. Principalmente nesta época de eleições. Como controlar?

"A internet é infinita e alimenta qualquer mídia, seja celular, televisão, rádio, jornais”.  Steve Jobs

PARABÓLICAS

Miguel Angel mostrou a que veio com a sua Cidade FM de Nova Venécia. Show de rádio no norte.

As operadoras de telefonia continuam com atendimento sofrível ao cliente pelo telefone.

Dois Fabrícios que prezo muito. O Miranda, filho de Cliveraldo, e o Pinto, filho de Zé Henrique.

Outro dia recebi ligação de Jose Carlos Siqueira (o da antiga Capixaba), o mais jovem seresteiro do Brasil. Muitas saudades.

MENSAGEM FINAL
A alegria de seu espírito é o indício de sua força. Ralph Waldo Emerson
  

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.