Vocês precisam saber I

Globo e a mexicana América Mobile estão a um passo de comprar o grupo argentino de comunicação El País

 

Primeira – Carlos Slim (mexicano), o homem mais rico do mundo (mexendo com comunicação) e as Organizações Globo estudam comprar empresas de comunicação na América Latina. Um dos alvos é o complexo argentino El País. Não é a primeira vez que os grupos manifestam parceria mais forte. O mexicano irá topar e aí tornará a sua América Mobile mais potente do que já é. Afinal, as duas empresas lucraram muito no ano passado.
 
SEGUNDA – o Sistema Bradesco de Rádio (se assim podemos chamá-lo) nem bem começou e já está fechando emissoras, como aconteceu agora em Porto Alegre. A Bandeirante, uma das parceiras, não está aguentando a ideia. Para piorar, o ícone da narração esportiva do Brasil, Jose Carlos Araujo, está em depressão, pelo visto, pela Bradesco Esportes do Rio também não está dando certo. FM nunca foi cara de se fazer futebol.
 
TERCEIRA – As mulheres realmente estão em voga. Na política, na economia, nos esportes e agora na imprensa. A Fenaj fez pesquisa e descobriu que a maioria dos jornalistas em ação no país é formada por mulheres, num total de 64%. É mulher que não acaba mais. A metade desse total acha que é preciso ter diploma para atuar na área.
 
QUARTA – Fomos informados dia desses que o Ibope não atuará mais sozinho. Nunca fui favorável aos métodos utilizados desse órgão para aferir resultados em rádio, mesmo trabalhando em emissoras tidas como campeãs do Ibope. Na política, é a mesma coisa, mas era única a pesquisar. Agora o negócio vai mudar. Chega ao Brasil mais um instituto de pesquisa, que promete trabalhar nos mesmos segmentos do Ibope, a alemã GFK (Gesellschaft für Konsumforschung ou Custom Research Brasil)
 
QUINTA - O ministro das Comunicações Paulo Bernardo garantiu que o modelo adotado para as rádios digitais que ocupam o AM deve sair até o fim deste semestre. Não quero ser pessimista, mas acho que ainda não vai ser agora. Afinal, qual o sistema a ser adotado? Tem dois motivos para a demora: um é a preocupação do governo com o custo dos receptores; o outro é que não chegaram à conclusão se o sistema a ser adotado será o asiático, americano ou europeu.
 
SEXTA – Num trabalho da Abert, ANJ e Aner (rádio, jornais e revistas), o governo federal permitiu o que se chama de “desoneração da folha de pagamento” das empresas de comunicação. Isso significa que 20% da folha, pagos ao INSS, deixarão de ser recolhidos em troca da contribuição de 1% do faturamento anual dessas empresas. Não é uma boa coisa para todas do ramo.
 
PARABÓLICAS
 
Visitamos os amigos na Gazeta recentemente. Fiquei triste quando vi os estúdios vazios de nossa fase por lá. Estranha sensação.
 
Parece que Silvio Santos Vem aí, de novo. Seu SBT ganhou audiência no horário nobre passando a Globo e a Record.
 
A assessora de comunicação da Arquidiocese andou complicando o trabalho da imprensa na cobertura da Festa da Penha. Isso tem de mudar.
 
Mais uma figura profissional merece destaque na cobertura da Festa da Penha, Toninho Portes, na conexão América/Líder FM.
 
MENSAGEM FINAL
 
A igreja está sempre tentando conseguir outras pessoas para reformar. Não seria uma má ideia se tentasse reformar-se, por exemplo. Mark Twain
  • Palavras-Chaves
Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.