986 Publicações de Editorial

A reforma cruel

A reforma da Previdência mantém benefícios e desmonta avanços trabalhistas e conquistas sociais

Honraria pra dar e vender

Passa semana, entra semana, e a Assembleia continua a provocar gastos desnecessários com homenagens

O deserto verde e a extinção dos seres da floresta

A ciência precisa explicar a relação entre a expansão do eucalipto e o aumento no número de espécies ameaçadas

Subserviência ao deserto verde: até quando?

Aprovação pela Assembleia de mais um benefício fiscal à Fibria mostra que a submissão do Estado ao setor continua a todo vapor

Relações promíscuas

Escândalo envolvendo Moro e a Lava Jato deve ser investigado com rigor, como cobram lideranças e instituições locais e nacionais

Sindicatos esvaziados

Novas regras para concessão de benefícios pelo INSS são mais um golpe contra a estrutura sindical no País

Às armas, a qualquer custo

Decreto presidencial segue inconstitucional, apesar do reforço do senador Marcos do Val

O que vale é o voto

A utilização de entidades comunitárias em canais de votos revela uma distorção na gestão pública

Alagamentos, de quem é a culpa?

O avanço da especulação imobiliária sobre áreas alagadiças cria condições propícias para ocorrências desastrosas

O lado obscuro da política

Investigações em curso mostram como aproveitadores usam a atividade política para defender interesses particulares, em detrimento da coisa pública

A pressão das ruas

Ato unificado deste 15 de maio reflete a insatisfação da sociedade e serve de embrião da greve geral

Os alvos do capitão

A flexibilização do porte de armas por Jair Bolsonaro coloca o país em campo aberto para o agravamento da violência

A educação em área de risco

O corte de 30% nas universidades públicas promovido pelo governo federal agrava a já difícil situação do setor

Criminalidade e meio ambiente

O descaso de estados, corporações e da Justiça com os crimes ambientais reforça a conclusão de que os poderosos podem tudo

A um passo da ditadura

Censura a veículos de comunicação imposta por ministro do STF não encontra justificativa em um estado democrático