A Crise na Segurança Pública

Após fevereiro de 2017, a Associação de Cabos e Soldados foi obrigada a aumentar seu setor jurídico

 

Após fevereiro de 2017, a Associação de Cabos e Soldados do Espírito Santo (ACS) foi obrigada a aumentar drasticamente seu setor jurídico devido aos processos judiciais sofridos por militares. Acompanhe como as penalidades foram aplicadas de forma seletiva e sempre impondo derrota para o lado mais fraco da história.

Leia Também:

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Matérias Relacionadas

Governo Hartung anuncia mais um pedido de crédito na reta final do mandato

Regis Mattos e Dayse Lemos alegam que verba irá pagar os servidores e um acordo judicial com sindicatos

Alta cúpula do governo vai ser investigada por omissão na greve da PM

MPES vai investigar Hartung e o atual secretário de segurança, coronel Nylton Rodrigues

Defesa de PMs ameaça ação contra o Estado por vazamento de informações

Demissões de oficiais, entre eles o tenente-coronel Foresti, foram divulgados antes de notificação

A Crise na Segurança Pública

A defasagem do efetivo policial e as consequências nocivas para a segurança pública do Estado