Abaixo-assinado defende tombamento do sítio histórico de Santa Teresa

Coluna CulturArte: Guarda Municipal barra palco para festival, capixabas no México, formação antirracista

Tombamento em Santa Teresa

Na última semana, a coluna mostrou um outdoor da campanha contra o tombamento do Centro Histórico de Santa Teresa, já aprovado pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC). Alguns atos do moradores já aconteceram na cidade em oposição ao processo. Mas também há muito apoio ao tombamento. Uma das estratégias para explicitar isso foi a criação de um abaixo assinado, que já contava com mais de 4 mil assinaturas até o fechamento da coluna. 

Interesses por trás?

O abaixo-assinado lembra que a demolição de um imóvel histórico no coração da cidade no início deste ano evidenciou a importância do tombamento, alegando o perigo de que o conjunto histórico seja substituído por edifícios que transformariam a paisagem e ainda adensariam o tráfego e gerariam outros problemas. "Infelizmente, há pessoas interessadas na verticalização da área que são contra a criação do sítio histórico e precisamos do apoio dos teresenses e de todos os capixabas", diz a carta que pede homologação do tombamento pelo governador Renato Casagrande.

Festival na sacada

A Guarda Municipal de Vitória impediu a montagem do palco na Praça Costa Pereira, Centro, para realização do Festival Lula Livre, neste sábado (5), com participação de mais de 30 apresentações artísticas. O evento está mantido e deve  acontecer, então, na sacada do prédio do antigo hotel do entorno, que foi comprado por simpatizantes do ex-presidente, que estenderam há algumas semanas na fachada algumas faixas em apoio a Lula. 

Capixabas no México

Uma delegação de artistas do Espírito Santo participou das comemorações dos 10 anos do coletivo Board Dripper, na cidade de Querétaro, no México. Trata-se de uma relação de longa data do coletivo mexicano com o projeto Latinta, surgido no Estado para promover intercâmbio com artistas da América Latina e do mundo. Entre os capixabas na expedição estiveram Fredone, Ren, KRN, Nega Ana, Basi e Moska, que realizaram oficinas, graffitis, tatuagens e também cantaram na programação cultural. Os artistas do Board Dripper já estiveram no Espírito Santo pintando em bairros periféricos da Grande Vitória e realizando uma exposição de arte em shapes de skate, sua marca principal. Foto: No muro, obra de Renato Ren, registrada pelo próprio artista

Waldo Motta na Quarta Poética

Um dos mais destacados poetas capixabas contemporâneos, Waldo Motta participa na próxima semana da Quarta Poética realizada no Thelema, Centro de Vitória. Ele falará sobre a carreira, a poesia e sua última obra, Terra Sem Mal. Também estará à venda o livro Transpaixão, por R$ 25. Depois do bate-papo acontece o sarau com palco aberto para leituras e declamações poéticas. É no dia 9 de outubro, 19h, na Rua Gama Rosa, 65.

Formação antirracista nas artes

Para debater estratégias para uma educação antirracista, o Museu Capixaba do Negro (Mucane) realiza um ciclo de formação para educadores, com quatro encontros semanais, de 12 de outubro a 2 de novembro, tendo como facilitadoras Tatiana Rosa, Mara Pereira, Rebeca Ribeiro, Ariane Meireles e Sarita Faustina. Estão disponíveis 45 vagas e as inscrições devem ser feitas até 6 de outubro em formulário online. Foto: Elizabeth Nader

Região 5 realiza festival

Há anos, a Região 5 de Vila Velha, que inclui bairros como Terra Vermelha, Barra do Jucu, tem consolidado uma cena cultural forte. Neste sábado, a partir das 16h, acontece a edição anual do Região 5 Underground Fest (R5UF), com programação gratuita que inclui shows, batalha de MCs, slam de poesia, dança, graffiti, DJs, malabares, debates e atividades de formação e capacitação. Tudo isso na Avenida Califórnia, em Barramares. Um dos objetivos é promover a integração dos artistas e moradores da região. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Depois de sofrer AVC, fotógrafo registra vida de pessoas com deficiência

Mesmo com paralisia no braço direito, Rafael Bof fotografa com uma mão só e já realizou 18 exposições

Vale a pena ir ao navio-livraria em Vitória?

Coluna CulturArte: visitando o navio Logos Hope, Festival Canela Verde, cachoeirenses na parede

Com Neymara, PSDB de Vila Velha parte para a reeleição de Max Filho

Prefeito dá guinada em movimentos visando à reeleição e abre perspectivas para 2022

Inspirada em ataque homofóbico, 'A Golondrina' será apresentada em Vitória

Escrita pelo elogiado Guillem Clua, peça teatral fala sobre diversidade, aceitação e empatia