Apenas 26% dos inquéritos abertos em 2018 foram concluídos

Sindipol/ES atribui resultado ruim à defasagem da Polícia Civil capixaba

Levantamento feito pelo Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol/ES) mostrou que apenas 26% dos inquéritos abertos pela Polícia Civil em 2018 foram concluídos. Os números são referentes a todos os tipos de investigações e, para a entidade, o efetivo defasado em mais de 60% é o principal fator que tem comprometido as investigações.

“A precariedade do índice de resolução dos procedimentos instaurados pela Polícia Civil do ES é reflexo da redução dos investimentos durante o último Governo, que desidratou as forças de segurança pública e ainda hoje traz grandes prejuízos à população”, declarou o sindicato, em sua página na internet.

Ao todo, são 1.907 policiais na ativa responsáveis por combater e investigar os crimes. O Espírito Santo tem um policial para cada 2 mil habitantes.

O presidente do Sindipol/ES e especialista em segurança pública, Jorge Emílio Leal, ressaltou outros fatores que interferem diretamente nos crimes solucionados. “O quadro operacional é um fator interno importante, mas existem outros, como o número de denúncias ou de inquéritos solucionados ao ano seguinte do registro”, disse.
Apesar dos cortes e da desvalorização sentidos por toda categoria, Jorge Emílio também ressaltou o trabalho dos policiais no dia a dia para atender as demandas da população.

“É extremamente importante lembrar que mesmo desvalorizados e sobrecarregados, a categoria policial civil segue no dia a dia executando todas as atribuições da polícia judiciária garantindo o atendimento aos capixabas e o combate à criminalidade”, disse.

 

 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Euclério garante que transtornos com delegacia acabam em três meses

Até julho, será concluída licitação do imóvel onde funcionará a unidade durante reforma do prédio oficial

‘Carreira única é o primeiro degrau na escalada da modernidade da Polícia Civil’

Para Roberto Darós, apenas a unificação pode subir o índice de inquéritos que chegam à Justiça

Deputados propõem medidas para solucionar precariedade do DML de Vitória

Ações abordam concurso público, protocolo para exame de corpo de delito e responsabilização de cemitérios

Inspeção surpresa revela precariedade no Departamento Médico Legal de Vitória

Falta de climatização acelera decomposição dos corpos e a rede elétrica compromete a segurança